Pessoas inspiradoras

Estudantes de Medicina arrecadam dinheiro para pagar estudos de amigo estrangeiro, que perdeu os pais

CAPA Estudantes de medicina arrecadam dinheiro para pagar estudos de amigo estrangeiro que perdeu os pais

Além de lidar com a trágica perda de seus pais, Mamadu Abdulai não tinha como continuar seus estudos, mas seus amigos o ajudaram a arcar com os custos!



Em alguns momentos de nossas vidas, precisamos de ajuda. Um apoio, um ombro amigo ou até mesmo alguém que assuma alguns compromissos para que assim possamos continuar a jornada. Parece bobagem, mas muitas pessoas deixam de pedir ajuda, acreditando que podem incomodar o outro, e tudo bem ter autonomia e independência, mas existem algumas horas em que é natural permitir que alguém nos ajude.

A amizade é capaz de transformar a sociedade, e a bondade das pessoas anda lado a lado com ela. Uma rede de apoio sólida faz com que todos possamos desfrutar de bons momentos, faz com que a carga excessiva que carregamos seja, finalmente, dividida. Algumas situações são impossíveis de se contornar sozinho e, o olhar de alguém que vê aquela barreira de longe pode facilitar e impulsionar o salto.

O estudante Mamadu Abdulai nasceu na Guiné e decidiu cursar a faculdade de Medicina na Rússia. Só isso já é capaz de provocar grandes transformações na vida de um indivíduo, muitos nem sequer conseguiriam deixar seu país de origem para estudar em outro local, com uma cultura tão diferente. Mas Mamadu assumiu o compromisso e é, inclusive, considerado um excelente aluno pelos colegas que acompanham sua trajetória.


Infelizmente, o jovem estudante passou por um período extremamente complicado em sua vida: seus pais morreram em um acidente de carro.

Se a morte dos genitores por si só já é algo devastador, Mamadu ainda se deparou com a questão de que não teria mais dinheiro para bancar seus estudos e sua estada na Rússia.

Todos os amigos do rapaz ficaram extremamente preocupados, por ser um aluno excelente e cheio de congratulações, e vê-lo abandonar os estudos seria devastador. Além de lidar com a perda de seus pais, ele não poderia se graduar e exercer a profissão sonhada. Eles tiveram, então, a ideia de arrecadar dinheiro para Mamadu continuar seus estudos.

2 Estudantes de medicina arrecadam dinheiro para pagar estudos de amigo estrangeiro que perdeu os pais

Direitos autorais: reprodução Instagram/@laura_kulchieva.


O resultado da vaquinha foi surpreendente, em menos de 24 horas, os amigos já haviam conseguido arrecadar um valor suficiente para pagar as mensalidades da faculdade e a estada do rapaz em um albergue, por um ano.

Mamadu está atualmente no quarto semestre da Academia Médica do Estado da Ossétia do Norte, em Vladikavkaz.

Uma das amigas do jovem, Laura Kulchieva, fez uma postagem em suas redes sociais explicando a trágica situação em que ele se encontrava, e explica que rapidamente as pessoas começaram a responder, dizendo que ajudariam a arcar com os custos da faculdade e da moradia de Mamadu. Laura contou que apenas 12 horas depois de criar a vaquinha, as pessoas já haviam doado 110 mil rublos, o que equivale a 8 mil reais.

3 Estudantes de medicina arrecadam dinheiro para pagar estudos de amigo estrangeiro que perdeu os pais

Direitos autorais: reprodução Instagram/@laura_kulchieva.


Ao final da arrecadação, no dia 25 de janeiro, os amigos conseguiram o total de 19 mil reais, valor que conseguiu custear os principais gastos de Mamadu na Rússia, e ainda garantiu que 5 mil reais fossem transferidos para sua conta pessoal.

Na postagem, Laura fala que o dinheiro que restou do pagamento de todas as contas pode ser uma garantia de pagamento para o próximo ano de faculdade. Ela finaliza revelando que agora Mamadu a considera como sua irmã!

Cão que ficou perdido por semanas uiva de alegria ao reencontrar dono. A saudade era grande!

Artigo Anterior

Loja de móveis coloca colchão todos os dias na frente do estabelecimento para cachorros de rua dormirem

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.