Estudo de Harvard encontrou o verdadeiro segredo para uma vida feliz!

A felicidade é um sentimento muito pessoal e representa diferentes coisas para cada um de nós.

Para alguns, felicidade é estar ao lado da família; para outros, é sair desbravando o mundo, sem pressa de voltar para casa. Para alguns, é uma salada bem colorida; para outros, é um grande pote de sorvete.

No entanto, um grande estudo de Harvard, que durou 75 anos, chegou a uma conclusão interessante sobre o que realmente é necessário para vivermos vidas felizes. O estudo monitorou as vidas de dois grupos de homens e agora também estuda as vidas de seus filhos, com o objetivo de entender de que maneira as experiências da infância afetam nossos sentimentos subjetivos de bem-estar e felicidade.

Descobertas do estudo

O principal pesquisador e professor do estudo, Robert Waldinger, afirma o seguinte:

“A mensagem mais clara que recebemos deste estudo de 75 anos é a seguinte: os bons relacionamentos nos mantêm mais felizes e saudáveis”.

Isso significa que, mais do que bens materiais e dinheiro, o que nos faz verdadeiramente felizes são nossas conexões com outras pessoas.

Os relacionamentos são a base de nossas vidas em sociedade. Conforme o passar do tempo, eles se transformaram e evoluíram. No entanto, a base para nossa necessidade de relacionamentos segue a mesma: segurança, amor, aceitação, comunidade e contribuição.

Waldinger ressalta que os bons relacionamentos são essenciais para a nossa felicidade. É essencial termos pessoas ao nosso lado para compartilharmos tudo aquilo o que conquistamos na vida.

A qualidade dos nossos relacionamentos afeta diretamente a qualidade de nossas vidas

Muitas vezes, somos levados a acreditar que o que nos faz felizes é o número de “amigos” e seguidores que possuímos nas redes sociais, e que esses números refletem o quanto somos queridos e populares entre outras pessoas.

Porém, o estudo de Harvard oferece uma perspectiva diferente. De acordo com ele, o tipo de amigo que nos torna mais confiantes em nossas vidas é aquele que está sempre presente, no qual realmente podemos confiar, e não amigos que apenas curtem nossas fotos e publicações.

Os amigos presentes despertam em nós um sentimento de pertencimento e cuidado, coisas que relações distantes e frias nunca poderão nos oferecer. É tudo sobre qualidade, não quantidade. Um grande amigo que nunca o abandona é melhor do que centenas de amigos que existem apenas em sua imaginação.

Relacionamentos de verdade demandam não são simples e fáceis

Encontrar bons relacionamentos leva tempo e esforço, mas nosso trabalho não termina uma vez que estamos com uma pessoa verdadeiramente boa. Também precisamos nos esforçar na convivência, sair de nossa zona de conforto e fazer nossa parte para que nossos relacionamentos se mantenham no longo prazo.

Quando somos gentis e compreensivos, nossos relacionamentos tendem a ser mais saudáveis e duradouros.

Estar sempre sozinho não é algo bom para nossa saúde, e quanto mais nos abrimos à criação de novas conexões, mais chances temos de encontrar “bons” relacionamentos e, consequentemente, mais felicidade duradoura.

Reflita sobre seus relacionamentos atuais e aprenda a valorizá-los. Não crie situações desconfortáveis por coisas que não serão importantes amanhã.

Temos tendência a fugir de situações que são estranhas e desconfortáveis, mas pense no quanto o mundo estaria melhor se ao invés de nos afastarmos, nós apoiássemos as pessoas importantes em nossas vidas. Isso pode contribuir não apenas para a sua felicidade, mas para a felicidade geral do mundo!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: evgenyatamanenko / 123RF Imagens



Deixe seu comentário