4min. de leitura

Estudo mostra que a preferência por gatos está associada à alta inteligência

Quando se trata de preferência por animais de estimação, dois deles costumam vir em primeiro lugar: gatos e cachorros.


Por sua lealdade, proximidade e até mesmo por costume, esses animais são os mais procurados na hora de buscarmos um companheiro para a família.

No entanto, para a maioria das pessoas, os cães ainda vêm em primeiro lugar, isso porque os gatos são vistos como frios, indiferentes ou independentes demais. Quem tem gato e convive com ele diariamente sabe que isso não é necessariamente verdade, esses animais podem ser tão dóceis e leais, e promover os mesmos benefícios de qualidade de vida que os cachorros.

Inclusive, de acordo com um estudo, aqueles que preferem a companhia dos felinos possuem uma grande vantagem: uma inteligência superior.

Experimento de personalidade, realizado nos EUA e apresentado na Associação Anual de Ciências Psicológicas, mostrou que as pessoas que optam pelos gatos possuem um QI maior do que as que preferem os cães.


Na Universidade Carroll, em Waukesha, Wisconsin, 600 estudantes foram questionados ​​sobre suas preferências sobre animais de estimação e outros fatores de sua vida.

A intenção do estudo era demonstrar como as pessoas tendem a escolher animais com traços de personalidade semelhantes.


Denise Guastello, professora associada de Psicologia da universidade e uma das pesquisadoras do estudo, explicou um pouco sobre as conclusões do estudo: “Faz sentido que uma pessoa com cachorro seja mais animada, porque ela vai querer estar lá fora, conversando com as pessoas, passeando com seu cachorro (…) No entanto, se você é mais introvertido e sensível, talvez prefira ficar em casa, lendo um livro, e seu gato não precisa sair para passear.”

Dos estudantes pesquisados, 60% tinham preferência por cães e 11% preferiam os gatos, os 29% restantes disseram gostar dos dois animais igualmente ou de nenhum deles.

Sobre o estudo, o psicanalista e proprietário da Clínica McKeown, Steve McKeown, disse à UNILAD:

Os amantes de gatos tendem a ser inconformistas, pessoas que defendem o que acreditam, apesar do que outros possam pensar, o que, de muitas maneiras, talvez reflita a independência pela qual os gatos são famosos. Essas pessoas também pontuam mais alto nos testes de inteligência e são mais instruídas! Elas são mais propensas a possuir diploma universitário do que os donos de cães. Pessoas instruídas tendem a trabalhar mais horas e optam por animais de estimação que complementam suas circunstâncias pessoais e estilo de vida.”

Esse estudo foi fundamental para mostrar como tendemos a escolher animais que se pareçam conosco e, apesar dos resultados, a verdade é que eles sempre são grandes companheiros e nos fazem muito bem.

Você tem um gatinho? Aproveite os comentários abaixo para falar um pouco sobre ele!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Yerlin Matu/Unsplash.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.