Estudo mostra que os abraços protegem contra estresse, depressão, infecções e gripes



Os abraços são um dos símbolos universais de afeto, amor, cuidado e proteção. Mas além disso, eles também têm o poder de ajudar a nos prevenir de doenças relacionadas ao estresse e diminuir a susceptibilidade de contrair infecções, isso é o que diz um estudo publicado na revista Psychological Science.

O estudo, que tinha como objetivo analisar se os abraços podem ser uma forma de apoio ou se podem nos proteger de infecções relacionadas ao estresse, foi feito por pesquisadores Universidade Carnegie Mellon em Pittsburgh, Pensilvânia (EUA), sob a liderança do professor de psicologia da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da CMU Sheldon Cohen.

Conhecimentos prévios sobre o assunto serviram como guia para que o grupo estruturasse seu estudo com mais solidez.

“Sabemos que pessoas que enfrentam algum conflito são menos capazes de lidar com efeitos da gripe”, “Da mesma forma sabemos que as pessoas que admitem ter apoio social são parcialmente protegidas dos efeitos do estresse, em estados de ansiedade e depressão”, disse o líder Sheldon Cohen

O estudo analisou 404 adultos saudáveis e começou com entrevistas telefônicas, nas quais os pesquisadores fizeram uma análise e comparação entre a frequência de conflitos interpessoais e a quantidade de abraços diários que recebiam.

Depois dessa fase, os participantes foram expostos, propositalmente, ao vírus da gripe e deixados de quarentena, com monitoramento constante, para analisar se iriam manifestar a doença.

Os resultados encontrados foram interessantes. Um terço dos adultos estudados não desenvolveu os sintomas da gripe, e foram exatamente aqueles que receberam mais abraços e apoio de seus amados. E aquelas que foram infectadas mais tinham maior contato social, tiveram sintomas mais leves da condição.

Sheldon Cohen e sua equipe chegaram a uma conclusão depois de seu estudo. Para eles, os resultados mostram que ser abraçado por uma pessoa de confiança é uma maneira de receber apoio.

Ainda disseram que “o aumento da frequência de abraços pode ser um meio eficaz de reduzir os efeitos nocivos do estresse”.



“De qualquer maneira, aqueles que ganham mais abraços estão, de alguma maneira, mais protegidos de infecções”.

Muito interessante! Um gesto tão simples como um abraço pode ter um efeito tão grande e transformador em nossa saúde.

Você oferece e recebe muitos abraços dos seus amados? Como isso o ajuda a manter-se mais positivo e feliz? Comente abaixo!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: photopiano / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.