AmorRelacionamentos

Eu acho que há uma parte de mim que sempre será um pouco apaixonada por você…

Quando eu estava no colégio, li esta teoria sobre almas gêmeas. Era conhecida como A Linha Vermelha do Destino, uma lenda chinesa antiga.



“Uma linha vermelha invisível conecta as pessoas destinadas a ficarem juntas, independentemente do tempo, lugar e circunstâncias. A linha pode esticar ou emaranhar, mas nunca se partirá.”

Eu estava sempre tão ocupada engasgada com o meu próprio romantismo. Eu queria um grande amor. Um grande gesto. Meu coração estava florescendo e eu precisava da pessoa certa para cuidar dele, regá-lo, para arrancar fora as ervas daninhas.

E eu achei. Eu realmente o amava. E ele me amava.


E por um tempo, isso foi tudo. O tipo de relacionamento que me mostrou o que é o amor.

Mas as coisas mudaram. O tempo faz o que faz. A distância não fazer o coração ficar mais afeiçoado, torna-o mais frio. Te ensina s continuar sozinho. Cria uma parede grossa, que, depois de um tempo, torna-se difícil de quebrar.

eu-acho-que

Havia mais caras. Eu namorei pessoas que gostavam de mim mais do que eu gostava delas. Eu namorei pessoas que eu esperava desesperadamente que retribuíssem meus sentimentos.


E então, você apareceu.

Meu romantismo voltou correndo. Era você! Eu tinha tanta certeza. Essa linha vermelha invisível que você trouxe para mim. Todo esse tempo, e você chegou no mais inesperado dos lugares. Eu não estava procurando por você. Eu não estava procurando por ninguém, na verdade.

Mas bastou te olhar. Eu nunca acreditei em amor à primeira vista. Com você foi a primeira vez que vi alguém e pensei: “Ele vai mudar tudo. ”

Eu te amei com uma teimosia. Te amei mesmo quando não deveria ter amado. Eu te amei quando meus amigos me diziam pra te deixar ir. Eu te amei e disse que tudo ia ficar bem.


Eu te amei tanto, tanto.

Eu te amei de uma forma que nunca fez sentido. Nunca foi lógico. Eu não conseguia mostrar o quanto queria ser sua, estar ao seu lado quando as coisas eram difíceis, animá-lo quando você estava morrendo de vontade de desistir. Eu queria você.

E você me queria, mas não da mesma maneira. Você queria partes de mim. Você me queria em condições. Você me amava, mas como uma substituta.

Passaram-se anos. Somos pessoas diferentes. Gostaria de saber se você ainda me reconhece.


Mas mesmo quando eu quero que ele pare, meu coração continua escolhendo você. Eu ainda atendo às suas ligações, mesmo quando juro que deixarei ir para a caixa postal.

Eu sempre vou te atender.

Porque parte de mim nunca vai parar de te amar. Eu nunca vou parar de querer estar lá para você.

“O fio pode esticar ou emaranhar, mas nunca se partirá.”


Durante todo esse tempo, a linha não se partiu. Eu me pergunto se algum dia ela vai.

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Thought Catalog


Esta dieta mata o câncer, melhora a saúde mental e promove a perda de peso!

Artigo Anterior

A coragem de mudar o karma…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.