Mensagem de ReflexãoO Segredo

Eu amo a minha mãe mas…

Dia das mães chegando e com ele todas as citações maravilhosas que demonstram a importância daquela que é sinônimo de amor, de afeto, de tudo que há de melhor, a nossa progenitora.



Mas será que ela é mesmo tudo isso? E se você teve a sorte de vir ao mundo com uma que é tudo isso, será que ela foi assim o tempo todo?

Não sei se existe um relacionamento tão delicado quanto esse, de mãe e filho. Ser mãe é uma tarefa árdua, uma das mais difíceis que uma mulher possa assumir. Ser filho é também enfrentar momentos de tumulto e desafios, porque aquele cordão umbilical pode influenciar mesmo depois muitos anos que foi cortado.

Somos totalmente amigos e apaixonados pelas nossas mães, ou somos inimigos delas. Aqui não tem mais ou menos, nesse relacionamento que começou antes mesmo do primeiro respiro é 8 ou 80, é amor e ódio.


Fomos educados para amar a mãe e chega a ser um pecado dizer o contrário. Deus me livre! Porém, tem uma riqueza de sentimentos na conexão mãe e filho que precisa ser levado em conta. Não é só amor, paz e risadas.

Entre os abraços, beijo e elogios existem aqueles comentários e olhares que matam qualquer filho. Entre um “eu te avisei” e um “eu sabia”, tem aquele controle matriarcal que nos arrepia mesmo quando elas não estão perto.

Eu amo a minha mãe, mas em muitos momentos ela é bem diferente do que eu sonho.

Eu amo a minha mãe, mas tive que desaprender várias lições que ela me ensinou.


Eu amo a minha mãe, mas não quero viver o que ela espera de mim porque venho para essa vida por ela, mas para ser eu mesma.

E você, sabe o quanto carrega da sua mãe em suas decisões diárias? Sim, ela te ajudou a acreditar na vida que hoje você enxerga.

Vamos amar as nossas mães, com todas as nossas forças. E que esse amor seja dobrado quando se torna amor próprio, porque queremos amá-las do jeito que são e queremos viver sem a necessidade extrema de aceitação.

Mãe é sinônimo de amor e vamos assumir que também é sinônimo de perdão. Aliás, ser mãe é saber perdoar e principalmente saber SE perdoar. Eu mesma percebo o quanto preciso me perdoar por não ser a mãe do jeito que poderia, ou por ver que meus filhos são as vezes diferentes do que sonhei….ugh.


Gosto de pensar que independente dos conflitos que recheiam essa relação, existe sempre aquela energia divina que conecta dois seres humanos.

Vamos aproveitar o dia das mães para refletir e crescer. Se puder, olhe para sua mãe e busque algo diferente, veja essa mulher com compaixão e interesse. Presentei sua mãe com uma presença verdadeira. Se você não tiver sua mãe por perto, assim como eu, aproveite alguns momentos do dia para cantar, dançar, pintar, ou qualquer coisa que você possa fazer por ela.

O maior presente que você pode se dar é um relacionamento positivo com sua mãe, mesmo que esse seja somente em sua imaginação. Ame-se do jeito que a melhor mãe do mundo faria com você e ame a sua mãe como o melhor filho do mundo faria!

‘Toda a mulher acaba por ficar igual à sua própria mãe. Essa é a sua tragédia. Nenhum homem fica igual à sua própria mãe. Essa é a sua tragédia.’ Oscar Wilde


________

Convite especial O SEGREDO

Quer tal participar de um super encontro online com a Life Coaching Miria Kutcher e tratar sobre diferentes assuntos, conhecer exercícios práticos e ensinamentos para sua felicidade e sucesso, sensacional não é? Essa é uma oportunidade única, a felicidade está mais perto do que você imagina… Aceite o nosso convite clicando abaixo, eu espero você lá! 😉


participar

________

 

5555A Life Coach Miria Kutcher é autora dos programas de coaching “Pronta para o Amor” e “A Roda do Sucesso”. Seu trabalho pode ser visto no site www.miriakutcher.com.br


Eterna estudiosa da alma e dos desejos humanos, Miria Kutcher aprendeu programação neurolinguística, EFT (sigla em inglês para Técnicas de Libertação Emocional), Coach e Espiritualidade com mestres de renome nos EUA – como Alina Frank, Bobbi Gemma e John Gray (autor de Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus, Editado no Brasil pela Editora Rocco). Estudou PNL pensando em ouvir melhor às clientes do seu SPA e poder ajudá-las em seu cotidiano. Brasileira radicada nos EUA, atualmente faz sessões de Coaching individuais e em grupo, presenciais e online.

10 sinais de que a sua vida pede uma mudança

Artigo Anterior

Não menos que os outros dias…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.