Eu amo as pessoas que entendem que a verdadeira riqueza não tem nada a ver com dinheiro



Muitas pessoas em nossa sociedade se tornaram escravas do dinheiro e orientam suas vidas não mais pelos próprios valores e princípios, mas sim por quanto dinheiro ganharão ao escolherem determinado caminho.

Esse desejo intenso de estar sempre com os bolsos cheios e obter vantagem em toda e qualquer situação está cada vez mais nos afastando daquilo que realmente importa: as conexões com as pessoas ao nosso redor e a busca por uma vida completa e feliz.

É um fato que é muito bom ter dinheiro para viver com tranquilidade e poder realizar sonhos e conquistar objetivos, mas torná-lo o centro de nossas vidas é uma atitude muito arriscada.

Quando permitimos que o dinheiro seja nosso único foco, desperdiçamos muito tempo, porque focamos em bênçãos temporárias, que se vão com a mesma facilidade com que chegam. Da mesma maneira que o dinheiro nos traz incríveis benefícios, também pode ser a fonte de muitas perdas e decepções, e é por isso que não deve a nossa principal busca na vida, mas sim uma meta.

Existem tantas coisas mais valiosas do que algumas notas de papel, e quando nós vivemos à mercê do dinheiro, negligenciamos todas elas. O amor de um filho, o sorriso da pessoa amada, os momentos especiais ao lado dos amigos, a pureza de uma criança, um nascer do sol incrível.

Todas essas coisas tornam a vida mais bonita e fazem-na valer a pena. É delas que realmente precisamos, e quando as temos, o dinheiro torna-se apenas um acessório, um meio, mas não o fim.

É claro que o dinheiro também é importante, ele permite que possamos sobreviver no mundo e conquistar muitas coisas que desejamos para nós mesmos. Ele nos abre muitas portas e pode nos fazer viver momentos muito especiais, mas não deve substituir aquilo que realmente traz felicidade e significado à nossa existência, vivemos por muito mais do que isso. Não devemos permitir que a busca por um bem material se torne mais importante do que a busca por uma vida realmente satisfatória.



Muitas coisas podem tentar dominar nossas vidas, mas de todas elas o dinheiro é uma das mais perigosas, porque mexe diretamente com nosso ego, comportamento e emoções, e por isso pode causar um dano emocional muito profundo, afastando-nos das pessoas que amamos e nos deixando sem nada, como uma recompensa pela ganância de querer ter tudo.

Devemos compreender qual é realmente a função do dinheiro em nossas vidas e buscar uma vida financeira estável para que vivamos bem e possamos fazer as coisas que temos vontade, mas não podemos deixá-lo no centro de nossa existência, ou terminaremos pessoas sozinhas e infelizes.

A verdadeira riqueza nada tem a ver com dinheiro, ela é muito mais associada ao que somos do que ao que temos. Medite sobre isto.


Direitos autorais da imagem de capa: Pintura de Sonia Koch.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.