publicidade

Eu crio a realidade que eu quero

“Eu crio a realidade que eu quero!” Quando você se propõe a acreditar naquilo que pensa, sente o desejo de manifestar na sua realidade o que você decidiu que é importante para você num determinado momento, a fim de alcançar a sua realização pessoal. Eis aí o segredo!



Cada um de nós temos sonhos e obstáculos a perseguirmos e a enfrentarmos, respectivamente. Aqueles, os sonhos, nos motivam profundamente e fazem com que admiremos esta realidade antes mesmo dela acontecer. Já estes, os obstáculos, tentam minar essa fé, fazendo-nos sentir que é impossível, que estamos “querendo demais”, que estamos sendo infantis.

Mas, este é o foco – ter a fé de uma criança e tirar uma lição disso: a pureza deste coração em aceitar o desconhecido e ter fé nos sonhos mais singelos não é mera utopia, é a possibilidade da manifestação pura e simples em todo o seu potencial.

A dúvida é um veneno para sua realidade. Se você a alimenta, ela está certa. Porque você dá espaço a ela, alimentando-a.

Agora, se você quer mesmo algo, não desista, siga em frente! Ignore comentários de quem não entende suas motivações e desejos. Se é algo que não faz mal a ninguém, não fere a dignidade nem sua e nem de outrem, não admita que ninguém o interrompa.


Não fale sobre o que quer fazer antes de fazê-lo! Tenha o hábito de fazer/ testar primeiro e depois falar, ou melhor, deixar que vejam o que você atingiu. Não tenha medo, você vai se surpreender, garanto que de forma agradável e incrível. Desbloqueie sua mente e permita-se sentir.

Sinta o seu “eu” amando-se, trazendo-lhe as melhores oportunidades, agradeça imensamente a sua capacidade de sentir!

Seja pleno ao se olhar no espelho e ver o ser humano mais especial desse mundo: você!



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / natureguy

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.