publicidade

Eu escolho o amor, acima de todas as coisas…

Eu escolho o amor, acima de todas as coisas. Sou toda coração e, hoje, posso dizer isso, sem vergonha, nem medo de julgamentos.

Sim eu cresci em uma família que me ensinou os moldes da família “tradicional” da época, eu, desde pequena, sempre vivi apaixonada por TUDO que havia a minha volta (literalmente canceriana).



Aprendi com meus pais valores preciosos sobre amor de família, respeito e casamento. E com meus avós o respeito e o amor incondicional e também a ouvir e me colocar no lugar do outro. Tive a oportunidade de ter uma família completa com pais, irmãs, avós, padrinhos, primos durante toda a minha infância.

Tenho amigos queridos que carrego desde lá, graças às redes sociais. Mas de todos os valores, que todos me ensinaram e me ensinam até hoje, o principal deles é o amor.

Seja qual for o tipo de amor, qualquer um vale. Porque se tem uma coisa que tem várias caras, essa coisa é o amor! Ele sempre surpreende, sempre inova.

Tem o primeiro amor e sua dor, o amor platônico, o amor para casar, o amor de pais, o amor de irmãos, o amor por um filho, por um neto, por um bicho, tem o amor ágape, tem o amor pela profissão, tem o amor pelo outro, pela natureza, por um esporte, por uma música, artista, banda, tem o amor por um hobby. E por aí vai…

Eu aprendi a viver cada um desses amores, mas hoje, adulta, percebo o quanto é difícil manter esse mesmo padrão e transmiti-los aos meus filhos.

Muitas vezes eu me pergunto: Onde foi parar o Amor? Sinto o mundo cada vez mais egoísta. As pessoas vivem tão enfiadas no seu próprio mundo que não percebem que tem gente ao seu lado. Elas simplesmente deixam a vida fluir do jeito que dá.


Hoje, já não me importo mais se dou bom dia e não tenho resposta, ou se dou um sorriso e a pessoa nem nota. Em um mundo cada vez mais tecnológico (e isso não deveria ser ruim), abraços, toques e palavras sinceras parecem ser artefatos em extinção. As pessoas preferem viver suas máscaras em redes sociais do que ser curtidas ou curtir alguém cara a cara.

Afinal dá menos trabalho, não é?! Para que conversar em tempos que LIKES valem mais que palavras. Os mais moderninhos que me perdoem! Sim, eu gosto e tenho redes sociais, mas não troco a chance de abraçar bem apertado, beijar e sentir o calor humano por NADA. Ainda acredito que um dia as pessoas perceberão que podem conciliar as coisas e que não há necessidade de abrir mão de coisas tão maravilhosas como a convivência com o outro. Como na bela passagem bíblica, também acredito que:


“Existe um tempo certo para cada coisa, momento oportuno para cada propósito debaixo do sol: tempo de nascer, tempo de morrer; tempo de plantar, tempo de colher.” [Eclesiastes, Cap. 3]

Enquanto isso, vou plantando meus valores (no meu caso, cheios de hashtags e corações) e você está plantando o quê?


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: tverdohlib / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.