publicidade

Eu estava muito bem sem você reaparecer e virar o meu mundo de pernas para o ar…

E eu estava bem. Simples assim. Eu tava muito bem sem você reaparecer e virar meu mundo de pernas para o ar.



Eu estava bem, é sério!

Eu vivi coisas, conheci pessoas, pessoas bacana por sinal, mas acabou não dando certo com nenhumas delas e eu continuava bem por isso, pois eu segui em frente depois de tudo e de todos. Superar eles foi fichinha depois de ter superado você.

Bom pelo menos achei que tivesse superado, depois de um tempo você não me vinha mais em meus pensamentos, ligações ou mensagens suas não tiravam o meu ar, ouvir seu nome não me deixava mais com borboletas no estômago e te ver não me deixava mais de pernas bambas.


Mas o que houve?

O que houve comigo que não posso mais te ver que me vem logo aquela vontade enorme de me perder em seus abraços? Não posso mais ouvir teu nome que já me vejo em teus lábios? O que houve que não posso mais pensar em você sem imaginar um futuro para a gente?

Talvez o amor que eu sentia antes não se acabou. Talvez não. Nunca se acabou, pois é amor, e amor nunca acaba, passe o tempo que passar.


E a gente sabe quando é amor, a gente sabe quando é de verdade, a gente só não sabe explicar, mas a gente sabe!

Quando você se foi eu tinha consciência de que tinha feito TUDO CERTO e que eu deveria te deixar partir mesmo que isso causasse tanta dor em mim, eu desejava que ficasse, mas acima de tudo que você fosse feliz, com quem fosse e onde você. Pois amor de verdade é assim, você quer ver a pessoa bem, e eu desejava isso para você.

Eu te deixei ir, pois eu sabia que era verdadeiro tudo o que vivemos, os nosso sentimentos, nossos momentos, nossas risadas, tudo. Nossa conexão era tão forte, que mesmo depois de meses de não estarmos juntos e eu estar bem sem você, eu sabia quando você ia me ligar.

É até engraçado isso, pois quando você ia me ligar, por uma semana você reinava em meus pensamentos, parecia que você sentia que algo grande ia acontecer em minha vida. Foi assim antes de eu mudar de cidade. Foi assim, uma semana antes de eu ir morar com um cara, foi assim, perto do natal, do seu aniversário, e foi assim até duas semana atrás.

Você me ligava eu não sentia mais nada por você, além de um carinho muito grande pelo que significou um dia em minha vida. Foi assim. Foi, hoje já não é mais.

Não sei porque, mas você voltou a reinar em meus pensamentos, voltou a tomar posse dos meus sonhos e fazer parte dos meus planos.

Eu dizia para você, e nós dois sabíamos que aquela não era nossa hora de ficarmos juntos. Que devíamos ter nos conhecido sim, viver algo juntos, mas que aquele tempo não era para gente e que um dia a gente se reencontraria, independente de como fosse, onde fosse.

Mas tínhamos que conhecer outras pessoas, aprender com novos erros, lutar sozinhos pelas coisas, tínhamos que viver um tempo sem um ao outro para descobrirmos nós mesmos.

Mas eu sabia que um dia você voltaria, que nossos caminhos se encontrariam novamente, como e porquê? Não sei, só sabia que você permaneceria em minha vida de alguma forma.
Não sei porque você voltou. Mas tenho que confessar que apesar de lutar contra mim mesma algumas vezes, eu estou amando você estar voltando.

Nesse tempo todo em que estávamos separados tentamos marcar algumas vezes de nos vermos, só para ver como o outro estava, mas nunca deu certo, e agora do nada a gente se encontrou com um olhar mais maduro e um coração mais decidido a ficar, a lutar, a amar.

“A gente sabe quando é amor, a gente sabe quando é de verdade, a gente só não sabe explicar, mas a gente sabe!”

Talvez, esse seja nosso momento!!!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.