Notícias

“Eu fiquei pendurado pelo cinto de segurança. Deus estava comigo, eu nasci de novo”

motorista caminhao
Comente!

O motorista do caminhão que ficou pendurado a cerca de 8 metros de altura em um viaduto na Dutra, na manhã desta quinta-feira (2), disse que nasceu de novo após ser salvo do acidente.

“Eu fiquei pendurado pelo cinto de segurança. Deus estava comigo, eu nasci de novo”, contou Mateus Cavalcante, que foi resgatado sem ferimentos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu no trecho de Cachoeira Paulista (SP), depois que um veículo que transportava uma caixa d’água derrubou a carga na pista. Na tentativa de evitar a colisão com o objeto, três caminhões se envolveram em um engavetamento. Entre eles, estava o caminhão de Mateus.

O motorista contou que tentou desviar de outro veículo e que, com isso, avançou até a mureta de proteção. Ele achou que iria cair do viaduto, mas então sentiu um tranco e percebeu que o veículo havia ficado preso por alguns cabos que ligava a cabine à carga do veículo.

Após a queda, ele foi resgatado por um bombeiro fora de serviço que passava pelo local.

whatsapp 20image 202021 12 02 20at 2010.32.39

Direitos autorais: Reprodução.

Mateus é motorista há 30 anos e havia saído do Rio de Janeiro com destino ao Mato Grosso. Ele disse que nunca havia passado por nada parecido.

#“Foi uma sensação horrível, eu fiquei pendurado pelo cinto de segurança. Meu medo era a carreta cair em cima de mim. Foi por Deus”, afirmou.

A carga de sabonetes que transportava caiu no acostamento. Às 13h os itens ainda estavam no local, que estava interditado. O motorista que derrubou a caixa d’água e causou o acidente fugiu após o engavetamento.

Comente!

Filha de repórter demitido detona a Globo: “Não valorizava e não tinha verba”

Artigo Anterior

Bebê que foi encontrada dentro de geladeira nasceu viva, diz polícia

Próximo artigo