Eu gosto de pessoas que deixam saudade

“Se o que você fez deu saudades, então você fez a coisa certa”.

Recentemente, eu me deparei com a seguinte frase: “Se o que você fez deu saudades, então você fez a coisa certa”. Parei para pensar na quantidade de pessoas que me deixaram saudade e o que elas todas tinham em comum. Eram pessoas marcantes!

Eu gosto de indivíduos que, de alguma forma, conseguem marcar os outros. Aqueles que não passam em branco, que são lembrados por uma personalidade forte ou uma característica incomum. São raridades.

Inusitadas, essas são as pessoas que realmente são lembradas no final do dia. Atípicas, elas são claramente impossíveis de serem substituídas. Deixam uma saudade sem igual quando precisam partir.

Eu gosto de pessoas estranhas. Gosto de gente fora da curva. Que se destaca num jogo de palavras, que é capaz de surpreender quando tudo parece uniforme.

Eu gosto de pessoas únicas. Gosto de gente singular. Que chama atenção demais por sua autenticidade.

Eu gosto de pessoas raras. Gosto de gente inconfundível. Que, mesmo quando eu tento, não consigo comparar com mais ninguém.

É isso. Eu gosto de pessoas que marcam. Que são lembradas. Eu gosto de pessoas que, não importa quantos anos se passem ou quantos quilômetros elas estejam distantes de mim, não se perdem na minha memória.

Eu gosto de pessoas que sabem deixar o melhor tipo de saudade. 


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / paolav1



Deixe seu comentário