4min. de leitura

Eu me dou a liberdade de ser quem sou, não quem esperam que eu seja

Quantas vezes na vida já mudamos algo em nós mesmos para agradar as pessoas ao nosso redor?

Desde pequenos, somos ensinados que o mundo funciona de uma determinada maneira, e que se não agirmos de acordo, estaremos condenados à solidão e infelicidade pelo resto de nossos dias. Tomados pelo medo, abaixamos a cabeça e apenas seguimos as ordens que nos são passadas, muitas vezes, sacrificando a nossa felicidade e realização, apenas para estar dentro dos padrões.


Ninguém vive feliz moldando a própria vida segundo opiniões alheias, e apesar de ser legal poder agradar a quem gostamos, estarmos em paz com nós mesmos é muito mais importante.

Somos as nossas únicas verdadeiras e eternas companhias, desde o nosso primeiro dia neste mundo até o último.

Por isso, devemos colocar nossas próprias opiniões acerca de nossas vidas na frente de palpites de pessoas que sequer nos conhecem de verdade.

Ser feliz está diretamente relacionado com ter a liberdade de poder fazer as próprias escolhas, e seguir o caminho que melhor se encaixa com a sua jornada. Ainda que seja difícil enfrentar todos os desafios que vêm junto à escolha da autenticidade, essa é uma escolha necessária para todos aqueles que desejam viver com mais significado.


Crescemos  podados, em nossa personalidade, com a família, amigos e também no trabalho.

Devemos nos refazer tantas vezes que corremos o risco de um dia nos olharmos no espelho e não nos reconhecermos mais.

Um dia, podemos acordar sem saber quem somos, quais são nossas paixões, interesses e quais sonhos queremos perseguir. Isso é algo muito triste, porém muito real.

Muitas pessoas vivem essa situação diariamente, e percebem que desperdiçaram grande parte de seu tempo apenas se conformando, quando tinham todas as ferramentas possíveis para mudar suas histórias.


Se você está nessa situação, vivendo de acordo com as leis dos outros, faça uma avaliação sincera da sua vida. Você é realmente feliz?

Todo o trabalho e esforço que você realiza estão servindo para cumprir um objetivo seu ou algum desejo de outra pessoa para sua vida? Se perceber que não está dando a si mesmo a atenção e amor que merece, mude! A vida é muito curta para não sermos nós mesmos.

Dê a si mesmo a liberdade de ser quem você realmente é, com qualidades e defeitos, sucessos e fracassos, dias bons e ruins. Conheça-se realmente e trabalhe para se fazer feliz, ainda que isso incomode as pessoas ao seu redor.

Entenda que ninguém mais viverá sua vida em seu lugar, e que é sua responsabilidade cuidar da própria realização. Portanto, viva fiel e leal, sem dar ouvidos àqueles que não o entendem.

Essa é a melhor forma de honrar a si mesmo e alcançar a vida que você merece.


Direitos autorais da imagem de capa: pintura de June Leeloo





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.