4min. de leitura

Eu me encontrei quando parei de me procurar em outras pessoas. Eu me encontrei ao me aceitar

Quando me encontrei, eu estava de passagem por aqui. Confesso que gostei muito mais de quem conheci agora que até passamos a andar juntos, lado a lado.


Eu me encontrei quando parei de me procurar em outras pessoas, quando passei a buscar a própria felicidade e a me aceitar do jeito que sou, quando identifiquei as inquietudes que estavam adormecidas dentro de mim, quando passei a buscar novas conquistas, quando percebi que estava adoecendo e me afastando da gratidão de tudo o que já é meu.

Eu absorvi aquela pessoa que já não estava mais vivendo de forma insensata e volúvel e passei a participar ativamente da realidade. Antes eu não sabia da minha importância, não sabia reconhecer as minhas qualidades nem satisfazer as próprias vontades. Ainda bem que aprendi a me amar e a gostar cada vez mais de mim.

Eu me encontrei quando passei a me cobrar menos, a me valorizar mais, a me ver no espelho e identificar a pessoa maravilhosa que me tornei. Tenho total consciência das minhas limitações, das minhas expectativas, mas também das minhas vitórias e conquistas.


Eu me encontrei quando me perdi, quando me vi em frente do muro das consequências que eu mesma criei, quando identifiquei cada perda, cada queda, cada lágrima, quando consegui rir de mim mesma, quando identifiquei os meus erros, quando aprendi a recomeçar, a avançar, a me doar, a continuar.

O autoconhecimento foi uma das melhores coisas que a vida me deu. Aprendi a me conhecer e gostar de mim pelo que sou, e isso é uma dádiva.

Você se encontra quando cobra menos de si mesmo, quando tem clareza das próprias limitações e dimensiona as expectativas de acordo com o real possível.

Procure as respostas dentro de si, porque você é capaz de tudo. Não se cobre tanto, tenha paciência consigo mesmo. Não conseguimos evitar determinados acontecimentos, mas podemos tomar o cuidado necessário para que aquele sofrimento uma vez experienciado não volte a ser constante.


O passado só serve como base para o que temos nos tornado. Cada dia devemos amanhecer como uma página de um livro em branco e dormir como outra cheia de coisas que vivenciamos, sejam elas boas ou ruins, cabe a cada um filtrar o que quer manter no seu livro ou eliminar dele.

Seja fiel às amizades, à família, às suas convicções. Você se encontra quando ama, quando aceita o que o outro tem para oferecer.

Você se encontra quando deixa de lado suas vaidades, quando supera os obstáculos, quando busca a verdade e preza por ela.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.