3min. de leitura

Eu posso perder tudo, mas a dignidade, essa eu não perco nunca!

Existe uma fina linha entre sermos generosos, compreensivos e entre sermos feitos de trouxa.


No amor e na guerra dizem que vale tudo, pois bem, eu acho que só vale o que não nos diminua, o que não nos transforme em tapetes para ser pisoteado.

Eu sempre vou gostar mais de mim do que qualquer outra pessoa nesse mundo. Porque o maior de todos os amores é o próprio.

Os ensinamentos bíblicos nos dizem que devemos amar ao próximo como a nós mesmos. Perceba que em momento nenhum, eles nos incentivam a amar os outros mais do que a nós.

Somos criações divinas, fomos feitos à imagem e semelhança de Deus, então, se nos amamos e respeitamos acima de tudo, estamos honrando o nosso criador.


Portanto, não permita que ninguém tire o seu sorriso, não aceite em sua vida quem o faz chorar.

Não deixe que ninguém o faça duvidar do seu valor. Você é digno de todo o amor e felicidade desse mundo, então, não se esqueça de estipular limites e reagir quando alguém quiser desrespeitar as suas regras.


Lembre-se: o que você permite, continua!

Por isso, não se esqueça de permitir respeito, educação, e nada, eu disse nada, além de amor.
Todo o resto é desculpa esfarrapada.

Quem o quer de verdade vai fazer o impossível acontecer para estar com você, porque quando existe vontade, de verdade, a noite vira dia, não existe falta de tempo, de dinheiro ou qualquer outro empecilho.

Então, cabe a você se posicionar, valorizar, ou então viver das migalhas que lhe oferecem por aí.

Não mendigue atenção e não cobre sentimentos, porque a reciprocidade é involuntária.

Faça sua parte e tente, sim, mas, por favor, jamais se demore onde não existe amor.

_____________

Direitos autorais da imagem  de capa: stokkete / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.