Eu quero mais que uma escolha correta…

Quantos e quantos relacionamentos hoje em dia são de fachada, isso mesmo, os chamados relacionamentos perfeitos, aqueles que causam inveja até nos solteiros mais convictos

Esses são os relacionamentos de redes sociais, onde o casal passa mais tempo exibindo a sua felicidade nas redes sociais do que vivendo a própria relação.

Vivemos numa era difícil para as relações duradouras. A era onde exibir que se tem um par, vale mais que o próprio momento com a pessoa que se ama.

Outro dia, em uma conversa com uma amiga, ela me contou que o atual namorado dela foi indicado por uma amiga, que começou a frase de indicação dizendo: “Amiga, namore-o, olha o carro dele!”

Isso nos faz pensar: quantas e quantas relações não são assim, precificadas?! Não estou dizendo que dessa minha amiga seja assim, mas chamo atenção para o que foi a primeira qualidade a ser notada pela amiga dela, e assim, formam-se casais por indicação, onde nem sempre temos o amor um pelo outro como combustível.

Minha forma de ver, é que eu quero aquela pessoa que me faça rir, não que seja mediana na minha vida, nem agrade aos que estão a minha volta.

Eu quero alguém que me faça pensar nela, mesmo quando estiver longe, que eu ame estar com a pessoa e que eu a ame mais ainda quando ela não estiver.

Eu quero que seja um conto de fadas, mesmo que esse conto não exista.

Quero acordar de manhã, primeiro que ela, e ficar olhando para ela e pensando: nossa, que sorte eu tenho de ter essa mulher na minha vida!

Eu não quero passar o resto da minha vida com uma escolha “certa”, porque todos dizem isso.

Porque se a pessoa que for me fazer feliz e causar tudo isso em mim, “for a pessoa errada”, então, é ela que eu quero.

E não importa a opinião dos outros.  É a minha vida, é a minha alma gêmea.

Eu não quero me apaixonar pelo carro dela (e) ou a casa e o barco, eu quero me apaixonar pelo que é invisível aos olhos, quero me apaixonar pelo olhar, sim aquele olhar que faz o tempo parar, aquele olhar que arranca um sorriso até de quem está observando de fora, aquele olhar magnífico, que diz mais do que qualquer palavra pode descrever, que mostra paixão, que mostra a cumplicidade, que mostra, acima de tudo, o orgulho, a satisfação e admiração que a pessoa tem por você.

Admiração. Ah! Que palavra linda! Ela demonstra muita coisa!

Quando falamos de admiração, temos junto a devoção e as avenidas da vida essa é uma mão dupla. É da admiração que nasce a devoção. Quando você admira alguém, você consegue ver qualidades que até mesmo a própria pessoa não vê em si, você passa a ter um vislumbre do quão perfeita aquela pessoa pode ser, dentro das próprias imperfeições dela, e a cada dia que você admira essa pessoa, maior se torna sua devoção a ela. Você prioriza os cuidados que tem com ela, com suas atitudes em relação a ela, e é isso que torna forte uma relação, cria a famosa cumplicidade, “do casamento ao assalto estaremos juntos”

Não aceite menos que isso, não se permita passar por essa vida sem ter alguém assim e sem ser assim na vida de alguém. Não se prenda a relações de fachada porque as fotos vão ficar lindas no feed de notícias dos outros.

Descubra a beleza oculta de ostentar um amor de verdade e de ser a luz no coração de alguém que tanto o ama.

#SejaFeliz

_____________
Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: arthurhidden / 123RF Imagens



Deixe seu comentário