ColunistasEnergias

Eu sou corpo, mente e espírito. E essas três partes estão diretamente relacionadas…

Eu sou corpo, mente e espírito

Como está sua postura agora? Coluna ereta, barriga para dentro, peito para fora, ombros para baixo e relaxados? Parabéns! Se não, vamos corrigir.



Você sabia que para uma boa meditação, a coluna ereta é item fundamental para obter todos os benefícios? Estamos falando de energia diretamente relacionada ao corpo físico.

Ao final deste artigo você entenderá mais claramente onde quero chegar ao dizer que o nosso corpo físico expressa o nosso interno.

Eu sou corpo, mente, e espírito. E essas três partes estão diretamente relacionadas. Agora vamos à prática!


Se você é aquele tipo de pessoa que procrastina as coisas, significa que está sempre deixando para amanhã, está sempre deixando a dieta para segunda-feira, aquela poupança para o ano que vem, aquele sonho de criança para depois. Por procrastinar, talvez você seja do tipo que esteja um pouco acima do peso, talvez sinta um pouco de dor nas costas, talvez você já sinta no seu corpo físico algum incômodo. Talvez você tenha gastrite porque é ansioso (mentalmente ativo, mas materialmente passivo, ou seja, deixa para agir amanhã) e ainda não conseguiu começar aquela meditação que tanto o ajudaria, porque você está sempre enrolando, sempre deixando para amanhã o que você poderia fazer exatamente hoje, agora.

Talvez esteja literalmente empurrando a vida com a barriga em alguma área que possua mais dificuldade. Porque é difícil mudar, sair do “sofá da nossa mente”, tomar uma atitude e, o mais importante, responsabilizar-se por ela.

É mais fácil culpar alguém, o governo, a falta de dinheiro, o filho pequeno, o  marido, a violência na cidade, o trauma de infância… e assim eu não preciso me mexer.

Entretanto, quando eu não me mexo, o corpo é o primeiro a sofrer os sintomas: adoece. A coluna, além de ser o local por onde passa nosso fluxo de energia, que se espalha por todo o corpo como o caminho dos principais meridianos (chacras), é nossa conexão com uma energia  maior. Ela é quem nos sustenta, quem nos coloca de pé.


E essa força que vem de nossa coluna, vai refletir em todo nosso corpo físico, não tem como fugir disso. E ela é uma só, não dá para trocar de coluna ao longo da vida. As lesões na coluna são geralmente irreversíveis, ou seja, terei que conviver com elas para o resto da vida.

Curvar os ombros para frente, e manter a coluna torta, gradualmente resulta em dor nas costas. E por que nos curvamos? A tensão por dificuldades diárias, trabalho, filhos, agitação, trânsito e preocupações podem, sim, nos deixar curvados diante da vida, com um sentimento de impotência.

E a respiração vem junto: respiramos mal. E sem uma postura correta; e sem exercícios, a musculatura fica flácida, o que também acaba trazendo problemas físicos, que são simplesmente o reflexo dos costumes, dos hábitos, do comportamento, daquilo que a gente vive aqui fora. Por isso, eu costumo dizer que o que está fora é o reflexo do que está dentro de mim.

O tipo de vida que você leva é o que você acredita e o que você acredita, aquilo que tem dentro de você como crença, você vai colocar para fora como comportamento e escolhas, consciente disso ou não.


E está tudo bem. Estamos aqui para uma autorreflexão e para melhorar o que nos causa sofrimento. E isso é possível com uma simples observação da postura.

Eu convido você a perceber como está sua postura, e não somente postura física, mas a sua postura diante da vida. Pois o meu corpo físico reflete minhas crenças, minha história, minha cultura, meus hábitos. E da mesma forma que existem hábitos ruins, nocivos para a mente e para o corpo, existem hábitos positivos para a mente e para o corpo.

Vamos substituir um hábito ruim, danoso, por um hábito bom. Simples assim.

Vamos supor que você tenha o hábito de dormir na frente da TV à noite. Um hábito nocivo tanto para o corpo (coluna), quanto para seu sono, pois sua mente fica agitada e você dorme mal. Experimente diminuir ao máximo o tempo na TV, antes de dormir, e substitua por um livro, revista, artigo, ou leitura edificante. Faça isso durante vinte e um dias seguidos, e perceberá que mudou seu comportamento. Escolha coisas simples e mude um hábito de cada vez. Seja consciente nas suas escolhas, e se atreva a mudar hábitos simples, que você tem certeza dos impactos nocivos para sua vida, caso você continue com eles. Eu garanto que, ao final de um ano, você se tornará outra pessoa, tanto física quanto mentalmente.


Eu tenho certeza de que internamente você vai começar a mudar, mesmo que essa mudança tenha início com algo externo: a escolha de mudar um hábito. Você vai ver que com atitudes simples você muda a sua vida.

Outro exemplo de como nosso lado externo revela nosso lado interno: como estão suas gavetas e armários?

Lotados de papéis e roupas que você não usa mais? Talvez você também esteja lotado de sentimentos e situações do passado, que não lhe servem mais para nada, a não ser para deixá-lo amargo.

Jogue fora o que não usa mais, e limpe sua vida, assim como seu coração. Sentir-se-á mais leve, saudável e sua casa estará energeticamente e materialmente mais limpa e organizada.


Se estiver fechado e curvado, não enxergará a luz no fim do túnel, nem poderá colocar roupas novas nas gavetas desorganizadas e cheias de roupas velhas.

Portanto, vamos lá: barriga para dentro, peito para fora e gavetas limpas. Abra seu coração para receber as bênçãos que o Universo tem para lhe oferecer.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF/deosum

“a ansiedade não significa que você é fraco, significa que você foi forte por muito tempo”

Artigo Anterior

Descanse. Os ponteiros de Deus são diferentes dos seus, mas são precisos. Se é para ser, nada mudará isso

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.