Comportamento

“Eu sou uma mulher. Isso é intimidação.” Jogadora iraniana se defende de acusações de ser homem

capa site Eu sou uma mulher Isso e intimidacao Jogadora iraniana se defende de acusacoes de ser homem 1

O caso aconteceu logo depois de uma partida entre Irã e Jordânia pelas Eliminatórias para a Copa da Ásia Feminina.



A Federação de Futebol Feminino da Jordânia acusou a goleira Zohreh Koudaei, do Irã, de “ser do sexo masculino”, logo após a derrota do time nas Eliminatórias para a Copa da Ásia Feminina. O jogo aconteceu no dia 25 de setembro, e o Irã venceu a Jordânia por 4 a 2, resultado que causou revolta no time perdedor.

O comportamento da Federação de Futebol Feminino da Jordânia repercutiu no mundo inteiro, e em Teerã, capital do Irã, os cidadãos resolveram homenagear a goleira, enchendo a cidade de outdoors com fotos da jogadora. A situação foi encarada com seriedade tanto pelo time iraniano quanto por Koudaei, que se posicionou afirmando que vai tomar uma providência a respeito disso.

O Irã superou a Jordânia nos pênaltis na partida das Eliminatórias, e quem brilhou foi justamente a goleira, defendendo duas cobranças das oponentes. Por mais que parecesse um comentário impensado de alguma jogadora logo depois da derrota, a verdade é que o próprio príncipe Ali Bin al-Hussein, presidente da federação jordaniana, foi quem publicou a carta “exigindo testes para verificar o sexo de Koudaei”.


2 Eu sou uma mulher Isso e intimidacao Jogadora iraniana se defende de acusacoes de ser homem 1

Direitos autorais: reprodução YouTube/ WION

Além do pedido, a entidade também protocolou um pedido de abertura de inquérito na Confederação Asiática de Futebol (AFC), segundo informações do site Terra. Assim que se encontrou com a imprensa de seu país, Koudaei informou que os oponentes estavam “fazendo bullying” contra ela, já que era sim uma mulher.
Para a técnica da seleção feminina iraniana, Maryam Irandoost, o principal objetivo da seleção da Jordânia com a acusação é desviar o foco da derrota, além disso, ela se colocou à disposição das autoridades para ajudar em todas as investigações necessárias para que esse caso se encerre o quanto antes, mostrando a intenção das oponentes.

Irandoost afirmou a veículos locais que, antes que viajassem, todas as jogadoras foram submetidas aos testes necessários, em que a equipe médica encarregada analisou cuidadosamente cada amostra das jogadoras da seleção. Para a técnica, os exames já são provas suficientes de que a teoria é infundada, mesmo assim ela se oferece para ajudar sempre que for acionada.


3 Eu sou uma mulher Isso e intimidacao Jogadora iraniana se defende de acusacoes de ser homem 1

Direitos autorais: reprodução Twitter/ @alemao_mario

Koudaei afirmou que, além de intimidação, vai entrar com um processo contra a seleção da Jordânia, já que se sentiu humilhada com a afirmação. A goleira nasceu em 1989 e joga na seleção iraniana há muitos anos, o que não explica de onde saíram as acusações do time da Jordânia.

Mesmo com essa grave acusação, a AFC não emitiu nenhuma declaração oficial defendendo a jogadora que veste a camisa 35. Antes da partida para as Eliminatórias, todas as convocadas passaram por uma análise minuciosa atrás de qualquer tipo de hormônio que indicasse alguma irregularidade, como o uso de anabolizantes, por exemplo. Ele denunciaria se Koudaei não fosse do sexo feminino, já que os hormônios estariam em proporções diferentes.

4 Eu sou uma mulher Isso e intimidacao Jogadora iraniana se defende de acusacoes de ser homem 1

Direitos autorais: reprodução YouTube/ WION


Essa não é a primeira vez que o Irã é acusado de enviar jogadores do sexo masculino na seleção feminina. Em 2015, a imprensa britânica divulgou que oito jogadores planejavam “mudar de gênero”, e mesmo antes de serem submetidos ao procedimento, já participavam dos jogos. A acusação fez com que as autoridades iranianas fossem obrigadas a realizar testes de gênero em todas as jogadoras do elenco.

Um ano antes, em 2014, outro rumor parecido surgiu na imprensa, afirmando que quatro jogadoras da seleção feminina eram, na realidade, homens. Nesse caso específico, as alegações não foram para a frente, e nenhuma atleta se viu impelida ou obrigada a realizar nenhum teste de gênero.

Bebê abandonado em bueiro é salvo graças a miados de gatos

Artigo Anterior

Foto comovente mostra uma mulher com demência nos braços do marido. Sentia-se segura!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.