publicidade

‘’eu sou a vítima!’’ – aos que se vitimizam por tudo e por nada e aos que apoiam!

Aos que se vitimizam por tudo e por nada e aos que os apoiam esta é para vocês.



Para aqueles que nada de bom lhes acontece na vida, que têm todos os problemas do mundo e mais alguns, mas só eles pois os outros não têm problemas. Aqueles que lhes dói a cabeça e é o fim do mundo. Aqueles que caga-lhes um pássaro em cima e só a eles é que lhes acontece isso.

Aqueles que se queixam e tornam-se a queixar, e ainda voltam para mais uma queixa. Só a eles, mas só mesmo a eles é que lhe acontecem coisas más, é que têm dramas, é que partem unhas.

Às outras pessoas que com mais problemas que eles, que muitas vezes carregam o mundo às costas, têm um sorriso no rosto e não baixam os braços, não a essas pessoas não lhes acontecem nada de menos bom. Aliás nem sabem o que é a vida.


eu-sou-a-vitima-capa-e-dentro

Dá-me arrepios, calores, suores, conto até mil e tento sair de fininho, para não ser mal educada, quando uma pessoa vem queixar-se por tudo e por nada. Porque lá está só essas pessoas é que têm problemas ou outros não. Falam e falam, desabafam e desabafam, intoxicam e voltam a intoxicar os outros, e quando tentas dar-lhes força, resposta “Ah tu sabes lá o que é isto”.

Pessoas que não saem desse registo, de serem a vítima, que não andam para frente, que não conseguem ver mais além, porque claro sabe-lhes bem estarem como estão. Porque ao se vitimizarem vão ter a compaixão, o carinho, a palmadinha nas costas, os abraços, os mimos dos outros. Dos que, de alguma forma seja ela qual for, têm a paciência para as ouvirem. E assim sendo, a “vítima” usa e abusa, da delicadeza, do carinho, do amor, da educação que os outros têm.


E quando a pessoa diz basta? Quando está farta, saturada, de ouvir tanta vitimização, tanta conversa do coitadinho, o que é que acontece? É a má da fita! É aquela que não quer saber, aquela que despreza, aquela que não entende, aquela pessoa horrível e maléfica que só pensa nela.

Aqueles que têm problemas a sério, são os primeiros a darem força quando alguém precisa. Aqueles que têm problemas a sério, são os primeiros a apenas deitar para fora o que já não conseguem guardar dentro, e só o fazem com alguém em quem confiam bastante, e mesmo assim não contam nem metade. Aqueles que têm problemas a sério são aqueles que dão um “bom dia ao mundo” com um sorriso na cara porque pensam sempre que há quem tenha mais que eles.

Agora os que se vitimizam esses gostam de ser a vítima. Dá-lhes prazer!

Enquanto assim for vão “chupar” toda a energia da pessoa que os apoia, vão arrancar dela tudo o que necessitam, e quando essa pessoa já não lhes servir, partem para outra. São verdadeiros sanguessugas, verdadeiros parasitas, que não conseguem tirar os olhos do próprio umbigo.

E tu que os ouves, que lhes dás apoio, que tentas-te manter ao seu lado até aguentares… no dia que o deixas de fazer, já não prestas. Aliás nunca prestastes e só agora é que eles viram isso. Mais uma coisa para se vitimizarem.

Gente deste mundo apoiem o que está sempre com o sorriso na cara, o que tem motivação todos os dias para mais um dia, o que anda para frente, aquele que é o primeiro a ajudar. Porque esse, bem esse é aquele que muitas vezes carrega o universo inteiro e não se queixa um segundo. Esse que se faz de forte, que mete a capa do sorriso, só ele sabe o quanto está destroçado por dentro. Esse que é o primeiro a ajudar é o que, tantas vezes, precisa de ajuda e não pede. Esse que veste a capa do super herói é o que sofre mais.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.