ColunistasReflexão

Eu – versão 2.0!

EU VERSÃO 2.0

Para quem usa computador, tablet ou smartphone, é comum vermos as notificações a aparecerem no nosso monitor a informar que existe uma actualização disponível. Em alguns sistemas, estas melhorias são diárias. Nos programas que são já obsoletos, reclamamos com frequência da sua falta de agilidade e constantes engasgos. Por outro lado as máquinas em si também evoluem. Todos os meses sai um novo processador, mais memória ram, interfaces gráficos mais eficientes e uma série de outros componentes que visam melhorar a experiência do usuário.



O ser humano é como um laboratório, capaz de idealizar um sistema mais perfeito, com maior velocidade, maior autonomia e tudo isto sem a necessidade de alterar a linha de montagem. Também somos uma máquina em constante mutação, evoluindo a cada dia se permitirmos que o fluxo da vida transborde de nós e para nós. Mas a verdade é que a maioria da população está em constante conflito interno. Recorremos a processadores ultrapassados, memórias insuficientes e placas de vídeo incapazes de transmitir a melhor imagem da vida. Deixamos que programas datados rodem na nossa máquina e vivemos presos a conceitos do passado num tempo de futuro.

eu-versao-2-0

Quando foi a última vez que fez um “upgrade” no seu sistema? Será que hoje é a melhor versão que poderia ser? Será que usufrui de todas as maravilhas desta extraordinária experiência chamada vida? Será que os frutos da sua mente estão sumarentos ou apresentam uma secura extrema?


A vida é feita de ciclos, na vida humana a cada 7 anos existe o fechar de algumas portas e a abertura de outras, um processo de renovação, reciclagem ou de mudança visual. Somos por natureza seres descontentes, insatisfeitos, sedentos por algo novo, algo único e intenso. Infelizmente muitas vezes esquecemos que se não acompanharmos a evolução do mundo através de uma melhoria na nossa máquina, dificilmente conseguiremos viver com a intensidade desejada.

Muitos de nós traça planos para revolucionar a sua existência: “um dia eu chego lá”, dizemos vezes sem conta, no nosso íntimo. O problema é que colocamos a mudança sempre no tempo futuro. Criamos de alguma forma dependências que nos fazem estar sempre um passo atrás do momento que tanto esperamos. Que tal ser hoje a sua melhor versão?

Se deseja algo da vida, aprenda a ser hoje o melhor que pode ser, não espere que as circunstâncias apareçam, crie você mesmo essas circunstâncias. Seja irrequieto, com fome e sede de viver. Projecte no presente o que tanto deseja ser no futuro! Para quê limitar os seus pensamentos, as suas palavras e as suas acções se você é o senhor e dono do seu destino? Porque não elimina todas as arestas que limitam os seus movimentos e conquista a sua liberdade?

Tudo começa na sua mente. Tal como num estúdio de arquitectura é na sua mente que as ideias são esboçadas e que é feito o projecto do sistema actualizado. Assim que definir com precisão quem deseja tornar-se, a mesma mente tem a possibilidade de colocar todos os engenheiros a criar formas de viabilizar o seu projecto. E mais, a sua mente é também quem ordena a sua linha de montagem para que o seu projecto seja executado com precisão!


O leitor questionará: Isso parece ser válido, mas como é que eu consigo fazer isso na prática? Pois bem, antes que você comece a desenvolver a sua nova versão, deve saber com precisão o que deseja para a sua vida. Deve ter metas claras, saber com exactidão onde deseja chegar. Depois de definir o ponto de chegada, através da sua experiência, de conhecimento já adquirido e do conhecimento que poderá adquirir através de pesquisa ou pela via do ensino, irá recolher os elementos teóricos para começar a formular o seu plano.

Assim que ficar claro o destino, concentre-se em traçar um plano de acção, um passo a passo que lhe permitirá fazer pequenos avanços diários e que uma vez somados têm a extensão necessária para que chegue ao topo da escadaria. Finalmente coloque o seu plano em prática, comece no presente a pensar, falar e agir em consonância com o que deseja. Podemos aqui até falar da Lei da Atracção. Quando você é hoje aquilo que deseja amanhã, a vida lhe trará pessoas, acontecimentos e circunstâncias que possibilitarão a obtenção do que procura.

Quem se mantém na sua versão actual e continua a pensar, falar e agir da mesma forma como sempre o fez, não pode jamais esperar resultados diferentes. Se procura conquistar algo que não está ao seu alcance, deverá obrigatoriamente atualizar o seu “Eu” interior. É ele a chama que lhe dá o combustível necessário para que possa trazer para o exterior a materialização do que procura.

eu-versao-2-0


Se lhe é confortável manter uma postura de lamentação e acreditar que alguém irá fazer tudo chegar até si, espere sentado. Se por outro lado você acredita que a realidade é da sua responsabilidade, parabéns, você deu o primeiro passo na direcção certa. Agora é reunir todas as ferramentas que já possui e caminhar em frente sem olhar mais para o passado. Aos poucos irá começar a aperfeiçoar quem você é, e os resultados serão compatíveis com essa evolução. Quando mais evoluído for enquanto ser humano, e mais equilibrado estiver o seu sistema mais próspera será a sua vida.

Os vitoriosos são aqueles que têm a capacidade para se reinventar a si mesmo todos os dias. Os derrotados são aqueles que apesar de verem o mundo seguir em frente, permanecem agarrados ao passado.

E então, vai ficar na versão atual ou trabalhar na versão 2.0?


Desculpa, amar é para os fortes!

Artigo Anterior

“não é o que se come, mas o que nos consome!’’

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.