Comportamento

Eva Wilma recebe alta da UTI, mas continua internada para se tratar de pneumonia

Eva Wilma recebe alta da UTI, mas continua internada para se tratar de pneumonia



A atriz chegou ao hospital no dia 10 de janeiro, com dificuldade respiratória; os testes deram negativo para covid.

Todo cuidado é pouco, quando somos mais velhos. É possível perceber isso com mais clareza nos últimos meses, qualquer vírus, doença ou bactéria, quando entra em um organismo mais sensível, pode causar grandes estragos.

O ano de 2020 nos trouxe mais cautela e também muita atenção. Temos ficado mais atentos aos casos que aparecem nos jornais, prestado mais atenção às pessoas e percebido como devemos proteger o próximo, principalmente os mais vulneráveis.


A atriz Eva Wilma, de 87 anos, estava internada na UTI do Hospital Vila Nova Star, desde o dia 10 de janeiro. Segundo informações do G1, ela apresentou falta de ar e os exames constataram um quadro leve de pneumonia na atriz. Ela foi testada para covid-19 e, felizmente, o resultado foi negativo. Isso significa que a pneumonia não tem nenhuma relação com o coronavírus. Ela recebeu alta da UTI no dia 19 de janeiro.

Mesmo no início da internação, o hospital já emitiu uma nota explicando que Eva estava sim com pneumonia, mas que ela não havia sido desencadeada pela covid-19.

A atriz estava consciente na ocasião, com quadro respiratório estável e apresentando evolução clínica. Durante nove dias, a atriz seguiu internada na UTI. Como seu organismo é mais sensível, devido à idade, todo o tratamento e atenção têm de ser feitos da melhor maneira possível. Em 2018, Eva foi internada na UTI do Hospital Albert Einstein, por causa de embolia pulmonar, onde permaneceu por três semanas. Conseguiu uma boa recuperação.

Mesmo tendo recebido alta da UTI, Eva permanece no Hospital Vila Nova Star.


Os médicos informaram que ela continuará no apartamento, porque ainda precisa otimizar os parâmetros clínicos. Isso significa que eles precisam se certificar de que sua recuperação foi total, que ela está respirando bem, que não existem chances de a pneumonia voltar mais forte e que ela pode retornar à sua casa, sem acompanhamento médico.

Eva Wilma tem mais de seis décadas de experiência na televisão, teatro e cinema. Ela se afastou, em 2018, depois de interpretar Petra, cientista especializada em criogenia, na novela “O tempo não para”. Com longa carreira de sucesso, a atriz participou de novelas icônicas, como a primeira versão de “Mulheres de areia” e “A indomada”.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@evawilmabr.

Ela estreou na televisão em 1953, com o seriado “Alô, doçura”, que ficou no ar por dez anos e recebeu o título do Guiness Book de seriado mais longo do Brasil. Por sua participação, Eva recebeu o Troféu Imprensa de 1964, como Destaque do Ano.


A atriz reúne mais de dez prêmios na carreira, sendo o último o CinEuphoria, que homenageou sua carreira e trajetória no mundo do teatro, da dança e da televisão.

Esperamos que Eva se recupere o mais rapidamente possível do susto!

Compartilhe essa notícia com seus amigos nas redes sociais!


Jovem recebe Prêmio por inventar dispositivo capaz de detectar câncer de mama em casa

Artigo Anterior

Incêndio em prédio do Instituto Serum, fabricante de vacinas contra covid-19, na Índia, deixa 5 mortos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.