AmorO SegredoReflexão

Ex amor

Por que será que nós nos importamos com um ex amor ao ponto de nos sentirmos vazios? Tudo bem eu entendo, por mais que tenha acabado, ambos amaram. Mas será que não tem um pouco de ego nesse teu vazio?



O amor é uma pureza impossível. Todo ser humano passa a vida inteira querendo encontrar o amor. O cômico, ops, ridículo, é que quando ele acaba parece que nunca existiu.

Duas pessoas vivem intensos momentos felizes, se amam, fazem promessas, sonham juntos com o futuro e no final de tudo se tornam estranhos que nunca foram apresentados. O amor é bom, mas o amor que acaba é tão doloroso, que as vezes parece que teria sido melhor nunca ter amado.

Isso pode parecer um pouco dramático, mas só quem amou, foi amado e viveu uma boa paixão, entende essas palavras. Nessas horas, o mestre Cazuza seria o melhor para explicar. Um dia ele citou: “o teu amor é uma mentira que a minha vaidade quer. O nosso amor a gente inventa para se distrair. E quando acaba à gente pensa que ele nunca existiu.”


Cazuza estava certo, o nosso amor a gente inventa. Criamos em nossa mente uma imagem perfeita da pessoa amada. Colocamos a pessoa amada em um pedestal tão grande que ficamos cegos sem perceber que o nosso amor-próprio e nosso próprio bem-estar é o que importa de verdade e deve sempre vir em primeiro lugar.

Não estou dizendo que é errado se entregar, mas para todo aquele que tem um ex amor, essa é a maior lição para os futuros amores. Afinal de contas enquanto o coração bater, amor irá existir. Faça as pazes com o seu passado e preste atenção no que está sendo atraído para sua vida. Quando um amor vai embora, é porque a data limite dele já se esgotou para que alguém novo possa entrar em sua vida um dia. Se isso for o seu desejo.

A maioria das pessoas não aproveita seu luto, sua solitude. A maioria vai atrás de outras pessoas na tentativa de preencher o vazio que habita nela. Mas nesse caso a única coisa que conseguem é substituir um vazio pelo outro. Como tudo na vida, nós seres humanos vivemos de fases. Um ex amor no momento que entrou em sua vida, não entrou só por entrar, mas porque naquele momento era aquele tipo de pessoa que você precisava. Independente da experiência ter sido boa ou ruim. Caso um amor novo tenha surgido, seja grato. Se um amor deixou de existir e passou a ser um ex amor, seja grato também, pois as mudanças são necessárias para nossa evolução. E quando um amor passa à ser um ex amor, vale a regra: o novo é sempre melhor.


Descubra o que seu tipo sanguíneo revela sobre sua personalidade

Artigo Anterior

Irmãos, o vínculo que nasce do coração

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.