Notícias

Ex-Menudo afirma ter sido estuprado quando adolescente: “Nu e sangrando”

Foto: Instagram
Ex Menudo afirma ter sido estuprado quando adolescente Nu e sangrando

O cantor Angelo Garcia, de 46 anos, declarou ter sofrido abusos sexuais durante o tempo em que integrou a boy band Menudo, que foi uma febre entre os jovens do mundo todo nos anos 1980 e lançou o cantor Ricky Martin.

Ele tinha entre 11 e 14 anos quando participou do conjunto, de 1988 a 1990.

Na série documental “Menudo: Forever Young”, que explora os bastidores do grupo, Angelo disse que, em certa ocasião, foi levado por um homem — cuja identidade prefere manter em sigilo — a um quarto de hotel, onde foi incentivado por ele a beber álcool.

Ele afirma que perdeu os sentidos após ingerir a bebida e, ao acordar, percebeu que havia sofrido violência sexual. “Estava nu e sangrando, então sabia que havia sido penetrado. Eu tinha algumas marcas de queimadura no rosto. Fiquei muito confuso e sem entender”, relatou o músico.

Angelo assegurou ainda que essa não foi a única ocasião em que foi vítima de abusos sexuais. “Durante meu tempo em Menudo, fui estuprado várias vezes, e era assim que os predadores sexuais se aproveitavam de mim.”

Em mais um trecho do programa documental, outro ex-integrante do Menudo, Andy Blázquez, dá a entender que o empresário da banda, Edgardo Díaz, chegava a incentivá-los a experimentar sexo anal. “Lembro-me de Edgardo dizendo: ‘sabe o prazer que você sente quando está fazendo cocô? Sexo anal é assim.'”

“Menudo: Forever Young” foi lançada hoje pela plataforma de streaming HBO Max e conta, ao longo de seus quatro episódios, com vários depoimentos de ex-integrantes e pessoas próximas à boy band.