publicidade

Exemplo: presidente turco doa 7 meses do próprio salário para campanha contra a Covid-19

Recep Tayyip Erdogan deu um grande exemplo ao abrir mão do próprio salário por sete meses para ajudar seu país a superar a crise econômica criada pela pandemia de coronavírus.



Uma pandemia como a que estamos enfrentando agora afeta todas as camadas da sociedade. Não apenas a nossa saúde está em risco, como toda a economia global, por isso é dever dos responsáveis por cada noção encontrar uma maneira segura de passar por esse desafio, fazendo os sacrifícios necessários para que a crise seja administrada com o máximo de responsabilidade.

Nem sempre temos grandes exemplos de responsabilidade por parte dos políticos, mas um exemplo especial vem chamando a atenção. O presidente da Turquia, país que se estende da Europa à Ásia, está levando a realidade atual a sério e parece comprometido a fazer o que for necessário para apoiar o seu país.

Recep Tayyip Erdogan lançou, no último dia 30 de março, uma campanha que tem como objetivo apoiar financeiramente os cidadãos prejudicados financeiramente pelas consequências do coronavírus.

Ele também anunciou que abrirá mão de sete meses do próprio salário e doará o valor para ajudar na reorganização econômica do país.

O presidente afirmou que o objetivo do governo é oferecer uma ajuda adicional às pessoas que se veem prejudicadas com todas as mudanças provocadas por essa pandemia. A doação do salário foi anunciada em discurso transmitido pela emissora CNNTürk.


Além de anunciar o próprio comprometimento, Erdogan incentivou membros de seu partido, cidadãos e empresários a também fazerem doações para que a economia seja o menos prejudicada possível.

Outra grande atitude do presidente é em relação à prevenção e proteção. Em discurso na última segunda (6), Erdogan proibiu a venda de máscaras de proteção no país. Elas agora serão distribuídas gratuitamente aos cidadãos e são de uso obrigatório.

São cerca de 30 mil casos de Covid-19 no país, e o governo turco está agindo para que a situação não seja agravada. No mesmo discurso, ele anunciou que, em 45 dias, ficarão prontos dois hospitais de campanha, com mil leitos em cada um.


Um grande exemplo de liderança responsável e comprometida. Em períodos de crise, como este, as atitudes do líder da nação são fundamentais para definir o presente e o futuro de cada um dos habitantes do país.

Compartilhe este artigo em suas redes sociais!

 

 Direitos autorais da imagem de capa: Adem Altan/AFP.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.