Existe uma época certa para tudo. É dentro de cada dor que me curo, dentro de cada gratidão que me fortaleço…

Existe uma época certa para tudo, existe uma estação para cada viagem. Dentro de cada gratidão, eu me fortaleço. Não desistir do que tenho direito é meta de quem não se deixa levar mais pelo que não serve.

Muitas vezes achei tudo complicado demais. Não entendia bem minha missão aqui.

Pessoas chegaram, pessoas se foram, pessoas me ensinaram o que eu não deveria ser, ensinaram-me o que eu não merecia receber.

Algumas coisas foram tão valiosas dentro de mim, a ponto de nunca mais me deixar para depois.

Depois eu faço, depois eu penso, depois eu vivo, depois eu encaro e resolvo. Depois eu me viro depois me manifesto depois eu deixo.

E nesse vaivém da vida, das escolhas por vezes difíceis, por me sentir na corda bamba, eu fiz o que achava certo. Mesmo com o mundo contra, mesmo ouvindo que não seria feliz assim.

Ninguém consegue mensurar a raiz do outro, as coisas que se fincam as coisas que se vão, as coisas que se destroem com o tempo, as que se erguem novamente feito morada de luz.

Hoje, o que me leva ao entendimento mais humano e menos vazio são as próprias lições que aprendi.

Posso citar meia dúzia de sentimentos vulneráveis, posso juntar pessoas que deixaria para sempre no coração, posso dizer que muitas não eram o que pensei, e que muitas vezes agi sob forte impacto emocional, justamente por não encontrar o equilíbrio que na hora certa precisei.

Reconheço meus erros, assumo minhas culpas, não choro mais o leite derramado e nem amorno mais o que esfriou de vez.

Sou uma colecionadora de sonhos, uma idealizadora que hoje oferece a mim mesma a chance de perceber o que me leva para frente, mesmo vendo as coisas que desmoronaram serem reconstruídas aqui dentro.

A paz, a guerra, a reforma íntima e um passo a mais diante da fé que não me abandona, mostraram-me para quê a vida serve, para quê eu preciso viver cada momento, mesmo que seja no meu tempo.

Não cobro nada de ninguém, nem me amontoo mais em processos de retaliação emocional.

Pessoas dizem e não falam, pessoas não demonstram, vivem sua mediocridade com a postura de quem se acha superior. São pessoas muitas vezes sem rumo e sem acesso ao que verdadeiramente é preciso sentir.

Ainda bem que aqui dentro o coração deixou de se reprimir, deixou de ser menos para se tornar melhor.

Existe uma época certa para tudo, existe uma estação para cada viagem. É dentro de cada estilhaço que me curo, é dentro de cada gratidão que me fortaleço.

Não desistir do amor e nem do que sinto que tenho direito como pessoa é meta de quem não se deixa levar mais pelo que não serve.

A vida acontece em tempo real.


Direitos augratidãotorais da imagem de capa: Yarden on Unsplash



Deixe seu comentário