ColunistasQualidade de vida

Expanda o seu caminho

EXPANDAOSEUCAMINHO CAPA

“Caminhante, não há caminho. O caminho se faz ao caminhar.” (Antonio Machado)



Sempre gostei muito dessa frase, mas acho que nunca antes ela fez tanto sentido para mim como tem feito agora. Eu tenho um sonho, e esse sonho é algo muito claro para mim.

Eu quero isso e ponto final. Não quero outra coisa, quero isso. E eu trabalho por esse sonho todos os dias. Eu o protejo com unhas e dentes. Meu foco está totalmente nele.

EXPANDAOSEUCAMINHO-CAPA


Isso é bom (muito bom!), mas percebi uma coisa recentemente: todo esse foco, trabalho duro e proteção estavam estreitando meu caminho e me impedindo de torná-lo ainda melhor.

Eu já estou no caminho. Estou na estrada. Mas como sempre estive totalmente focada em uma única coisa, nesse objetivo desenhado à caneta e sem espaço no papel para mais nada, a minha estrada – que poderia ser mais larga e ter espaço para mais coisas incríveis – ficou estreita. Todo esse foco que venho empregando tem sido muito positivo, mas percebi que a forma como o empreguei estava me impedindo de experimentar alguns passos na pista ao lado. Era tanto foco que eu não me permitia nem olhar para as outras pistas!

Não sei se vocês repararam, mas nos últimos posts e vídeos eu tenho falado muito sobre abrir espaço para coisas novas entrarem nas nossas vidas. Ando falando muito sobre isso porque é o que tenho feito e isso está me trazendo muitas coisas boas. Eu abri espaço dentro e fora de mim para coisas novas entrarem, e nas últimas semanas isso finalmente atingiu esse meu protegido e intocável sonho.

Meu foco continua aqui comigo, mas decidi permitir a expansão do caminho que estou seguindo. Comecei a me permitir olhar para as outras pistas da minha estrada e até sair do foco de vez em quando para caminhar por elas. Abri os braços para me permitir abraçar outras ideias, experiências, tentativas, visões, perspectivas, assuntos… e olha só a surpresa: ao contrário do que eu imaginei que aconteceria se eu saísse do meu foco, nada disso está atrapalhando a minha caminhada em direção ao meu sonho! Pelo contrário: apenas vem somando, agregando, fortalecendo, engrandecendo e tornando esse sonho ainda mais incrível.


Fiz um desenho  para explicar melhor como era a minha estrada limitada ao foco e como ela está agora, ainda com muito foco, mas expandida:

EXPANDAOSEUCAMINHO-FOTO2

 

A partir do momento em que me permiti aumentar a largura da minha estrada, eu continuo no mesmo caminho, com o mesmo sonho, mas dou espaço para coisas boas serem somadas. Me permito olhar para os lados e enxergar outras coisas que podem ser úteis para o meu sonho se realizar. Agrego mais, descubro mais, experimento mais e torno essa busca ainda mais interessante e empolgante.


Meu caminho tem se feito conforme eu caminho. E quanto mais eu me abro nessa caminhada, mais percebo o quanto é incrível estar nela.

O que venho aprendendo com isso e quero compartilhar com vocês é:

Se você não sabe o que fazer da sua vida, se seus sonhos estão estagnados ou você está desanimado, o melhor conselho que posso dar é: vai viver! Abra-se totalmente à vida. Pare de se preocupar em encontrar “O” sonho, “O” objetivo, “O” caminho, “O” propósito. Sua estrada não precisa ter apenas uma pista.

Se você tem um sonho mas (acha que) ele está demorando para se realizar, continue caminhando, continue trabalhando. Mas preocupe-se menos com o “foco total” e abra-se para conseguir enxergar outras ideias, opções, vertentes… Não estou dizendo para você não ser focado nem para mudar totalmente seu sonho, e sim para você se abrir à possibilidade de engrandecê-lo.


Expanda seu caminho. Abra-se, abra-se, abra-se. Verifique se o que você vem fazendo não está tornando a sua estrada estreita demais. Se sim, permita que ela se alargue para que você possa ver além do que já viu. Tem muitas coisas boas por aí que podem tornar a sua vida, a sua busca e o seu sonho ainda mais incríveis.

 

Como começar a lidar com seus problemas

Artigo Anterior

Perdoe ou siga em frente. O que não dá é para ficar jogando na cara as mágoas do passado

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.