ComportamentoO SegredoReflexão

Exterminando a energia contaminada da fofoca!

fofoca faz bem

Quem disser que nunca fofocou e que não ouviu com interesse uma fofoca, por mais inofensiva que ela parecesse, contará uma mentira sem tamanho para si mesmo!



A fofoca é um hábito que compromete completamente a saúde da nossa alma, do nosso espírito e da nossa vida, pois nos traz uma energia pobre, onde o combustível que a alimenta é nada mais nada menos que o julgamento.

Convenhamos, não é exagero, o ser humano ADORA fofocar!! Pode até estar para baixo, mas se houve uma fofoquinha, iludido com uma ‘diversãozinha apimentada”, ele logo se anima, afia a língua e lá vai ele, acreditando não fazer nada demais, “só comentando”’. Afinal,  “eu não falo mal de ninguém”, só “comento”! Doce e florida ilusão!

Por mais difícil que seja admitir isso, é muito fácil constatar a veracidade dessas palavras. Observe a si mesmo durante um dia inteiro, ou mesmo por algumas horas e ficará espantado e muito admirado com a quantidade de vezes em que se surpreender julgando, interessado por um assunto fofoqueiro, dando asas e corda à imaginação e à língua de outras pessoas, e da sua, seguindo os caminhos descontrolados da maledicência, num impulso fofoqueiro que, por vezes, chega a ser irresistível!


‘”Você viu como fulano engordou? Nossa, ela já foi mais bonita! Viu como ele bebe? Exagera, você não acha? Deus me livre, eu odeio isso! Você viu os dois naquela festa ontem? E o vestido dela? Ele não parecia feliz! Ela é muito atirada! Devem ter discutido antes de sair de casa. Ah, com certeza! O clima estava péssimo! Você sabe da verdadeira história dela? Não, me conta, juro que guardo segredo! Ela é até bonita, mas o cabelo, definitivamente, estava o fim! Ele não para em emprego nenhum! E as coisas que ela faz!! A vantagem é que é discreta!! Nossa, nunca imaginei! Com aquela cara de santa? Dizem que ele a trai. Ah, ela também apronta as suas, você não ficou sabendo?”

E é essa energia contaminada que nós permitimos que chegue e se instale em nós! E o que é pior, é uma ENFERMIDADE que se apodera aos poucos da nossa existência, sujando nossa aura, impregnando-nos de coisas ruins, impedindo que toda e qualquer graça e brilho se manifeste em nossos caminhos. E nós somos os ÚNICOS responsáveis por isso! Ninguém mais!

A fofoca é um vício que só alimenta o nosso lado negro, pobre em todos os sentidos. É um movimento de retrocesso, uma nuvem negra, poluída e vil! A fofoca é completamente o OPOSTO DO AMOR! E quando alimentamos essa energia, ficamos a cada dia, mais e mais distantes do amor, da prosperidade, da plenitude… e, consequentemente, da materialização de todos os nossos sonhos e desejos mais preciosos.

Porque a fofoca funciona exatamente assim… Quanto mais fofoca você faz, quanto mais dá corda a ela, mais pessoas fofoqueiras e sentimentos de baixa vibração atrai para a sua vida. E isso pode ser destruidor, pode nos trazer muita amargura e frustração. Tem certeza de que é isso que você quer? É isso que você quer se materialize em seus dias?


Não se permita cair nessa cilada, nessa armadilha que chega aos seus preciosos ouvidos. Não contamine seu coração com qualquer resquício que seja dessa vibração involutiva.

Se tiver a oportunidade, realce as qualidades da pessoa da pobre e indefesa vítima em questão– completamente inconsciente sobre ser o assunto da vez – num ato de puro amor e respeito a si mesmo e ao outro. Exalte para os fofoqueiros o que essa pessoa tiver de melhor! Não entre nesse jogo! Seja fiel ao que você busca viver, seja leal ao que você acredita!

A partir do momento em que nos policiamos sobre isso, quando não nos permitimos mais essas ervas daninhas nos jardins da nossa vida – ervas essas que muitas vezes passam tão despercebidas, pois nosso ego vaidoso, jamais vai admitir que fofocamos SIM – impulsionamo-nos para um crescimento contínuo…  Precisamos estar atentos!

E que bom que isso pode ser mudado! Que bom que podemos mudar nossas percepções e, especialmente, nossas ações!


Porque estamos aqui para crescer, e se até agora, não fomos bons o suficiente, podemos ser, a partir desse instante. Podemos fazer escolhas felizes, amar o nosso próximo e a nós, plantando sementes do bem, do amor, da gentileza e da compaixão.

Não há como recebermos algo ruim da vida, se semeamos no nosso HOJE – dia real que interessa – coisas boas, sementes de um mundo melhor! Vamos fazer a nossa vida e a do nosso semelhante, DIFERENTE! Que seja a nossa melhor versão!

Minha essência saúda a sua essência, a inteligência suprema trabalhando em você!

Namastê!


”uma personalidade tóxica está sempre olhando as coisas de maneira negativa…”

Artigo Anterior

Hoje é tempo de ser feliz! – por fábio de melo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.