ComportamentoO SegredoReflexão

Falso poder

Somos humanos. Buscamos incansavelmente a perfeição. Somos induzidos á essa busca. Cada detalhe ou ação que realizamos deve ser minuciosamente alinhado ás expectativas da sociedade, chefes ou familiares.



Vivemos a era da intolerância.

Assistimos “de camarote” pessoas se autodestruindo e tentando devastar emocionalmente os “pobres mortais” que os rodeiam. Presenciamos humilhações públicas, ou ainda em alguns casos, elas ocorrem conosco.

E o que fazemos frente a isso?


Muitas vezes nos condicionamos a baixar a guarda, ouvir passivamente, quem sabe chorar escondido e dizer o velho e conhecido “ mantra de sobrevivência”: -preciso suportar… Porque… preciso… deste emprego, desta relação nociva, desta situação que me diminui como pessoa… Entre muitos outros fatores que nos obrigam a baixar a cabeça e recuar carregando nos ombros o fardo do fracasso, o peso da injustiça e, na “boca” o gosto amargo da ausência de reconhecimento.

Fácil demais ilustrar este cenário, tarefa mais simples ainda quando ocorre conosco, ou com alguém próximo. A inspiração para compor esta reflexão surgiu da lamentável experiência de ver e sentir de perto a frieza e a barbárie que muitas vezes o comportamento humano apresenta.

Imagine comigo…

Um senhor, aproximadamente cinquenta anos de idade, munido de uma gigantesca carga de conhecimento, raciocínio rápido e habilidades invejáveis. Bem vestido, carro luxuoso e um cargo de chefia em uma grande empresa. Ocorre então um erro da parte de uma colaboradora, uma falha reversível, fácil de ser corrigida.


Como imaginamos que ele age?

Á princípio como qualquer líder faria: chamaria a moça e reservadamente a corrigiria, com educação e firmeza de um gestor.

Porém nosso roteiro imaginário foi modificado e ele decide fazer o que de melhor faz: humilhações públicas para assim sentir a falsa sensação de poder e exaltar-se perante aos subordinados. Silêncio total. As palavras temperadas de crueldade ecoavam pelo local e impregnavam-se na mente da moça, a qual não sabia se permanecia ouvindo tamanha falta de respeito e educação, se chorava ou escondia-se em baixo da escrivaninha. A única certeza era que tentar pronunciar uma única palavra não contava como opção válida no momento.

Passado a cena de terror, quase que coletiva, uma alma bondosa veio ao encontro da moça para oferecer-lhe consolo e uma dose de amparo dizendo: “Não liga para isso, ele é assim mesmo, já passei por momentos piores e mais constrangedores que esse, é só ouvir e não tentar falar nada, jamais tentar enfrentá-lo, mesmo que você tenha razão. ” E com olhar compadecido voltou aos seus afazeres.


Quantas cenas como essa você deve ter visto ou até mesmo passado, não é mesmo?

O poder destrói pessoas desprovidas de força interior e com a alma oca.

Não sabemos o que aconteceu no passado deste senhor e de tantas outras pessoas que têm atitudes semelhantes.

Quem poderia entender o que leva alguém a ter uma personalidade tóxica? Onde a miséria espiritual impera…


A má notícia é que ainda vamos “esbarrar” com muitas pessoas assim mundo afora… Infelizmente o poder convertido em egocentrismo e arrogância é quase que uma epidemia social, fazendo pessoas agirem como “rolos compressores”, esmagando quem possa ameaçar seu “reinado”.

A boa e inspiradora notícia é que ainda vale á pena cultivar o respeito e a gentileza pelo próximo. Sim! Dou-lhe boas razões para você acreditar, mesmo que ainda esteja cético, pensando ser apenas mais um discurso de bom samaritano.

Pessoas cruéis com os outros tendem a ser mais cruéis com elas mesmas e carregam um fardo de frustração e infelicidade em seus dias, tendem ainda mais a acabarem sozinhas, sem amizades verdadeiras e os poucos que os cercam, são explicitamente por interesses pessoais ou financeiros. São invejosas, insatisfeitas e ingratas. Alimentam inimizades e pensamentos ruins, adoecendo assim o corpo e a mente.

Vale a pena fazer o bem e ser luz…


Agradeça pelo espírito inundado de bem, ternura e paz que tens!

Orgulhe-se por ser multiplicador de gentileza e afeto…

Preserve o que há de melhor em ti…. Certamente essas divinas sementes germinarão e darão frutos de plenitude e abundância, atraindo cada vez mais tesouros em forma de pessoas e sentimentos bons, os quais possuem valor incalculável.

Então… Já posso perguntar a você qual seu conceito de sucesso e poder?


Como lidar com um coração partido de acordo com seu signo do zodíaco

Artigo Anterior

Felicidade

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.