ColunistasReflexão

Fazer as pazes conosco é o mais belo trabalho de cura!

fazer as pazes02

A TRANSFORMAÇÃO…



O maior desígnio de cada ser humano que habita a Terra é a transformação. Esta implica a aceitação de todo o sofrimento, requalificando-o com esperança e a certeza inabalável de que a beatitude se expressará, um dia. Vivendo as circunstâncias com bonomia, com aceitação grata e com fé absoluta na magnificência do plano de Deus.

Entendendo que a resistência representa a destruição inútil daquilo que a perfeição universal tenta criar e que o momento presente, que percecionamos como imperfeito é já um esboço da solução de Deus a manifestar no tempo certo, mostrando-nos que tudo estava muito bem, e que nossa mente está sempre aquém da criação divina.

fazer-as-pazes01


Fazer as pazes conosco é o mais belo trabalho de cura, uma alquimia pessoal que nos habilita a encontrar a pureza da alma ainda nesta jornada, navegando, ao mesmo tempo, noutras dimensões, através da intuição, dos clarões de consciência, participando da parte que, coletivamente, representamos para Deus, cumprindo humildemente com os nossos dons e atributos, cultivando-os e alimentando o seu merecimento.

Tudo isto torna o nosso espaço interior mais amplo, mais profundo, inspirando-nos o propósito da alma e, dos muitos caminhos possíveis, fazendo-nos discernir o mais desejado, o mais elevado, aquele que nos permite assumir cabalmente o papel de partícula de Deus.
Aquele que nos permite ultrapassar a visão separada e integrar tudo, sermos um com todas as nossas facetas, vivências e linhas de tempo passadas e futuras, até á plenitude. E é nesta simbiose absoluta que testemunhamos a paz, o amor e através da esperança e a fé, somos acolhidos no amor universal, indizível e eterno.


Esta prece revelará o que estiver oculto nas profundezas de sua alma…

Artigo Anterior

Amar sem beijo na boca…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.