A fé que cura!

A fé que cura

O relato é de uma história real. Acredito que meu testemunho abra mentes fortaleça-te e faça com que você enxergue a vida com mais esperança.



E acredite, nada é em vão, para se ter cura é preciso pensar positivo com toda força pois tudo se torna possível quando você acredita na fé.

Sou Rafaela Rocha, nasci em Belo Horizonte em 1989, gosto de encontro familiares de pessoas que me fazem bem e dos animais. Propago o bem, acredito no destino e na força da mente.


A Infância

Todo ano nas férias eu e minha mãe costumávamos viajar para o estado do Espírito Santo, íamos para casa da minha avó, numa cidadezinha pequena de casas que pareciam de brinquedo que na época a maioria eram de madeira. Moravam muitas pessoas hospitaleiras, os vizinhos faziam parte da família, fazíamos trilha ouvíamos histórias antes de dormir, eu nadava na cachoeira e brincava na rua sem temer a perigo algum.  Passar as férias ali era realmente incrível.

Janeiro em 1996. Estava com 7 anos, eu minha mãe e meu irmão de 1 ano fomos à estação de trem central para mais uma viagem, aquela não era uma viagem comum, no meu coração sentia que algo iria acontecer e torcia para ser algo bom, eu era uma criança e optava por acreditar que o mal não existia, assim conseguia me distanciar das coisas negativas. Tinha a ilusão de acreditar que os adultos não erravam e isso me tornava uma criança especial.



Causa

Ao nascer tive e tenho um problema no maxilar que se chama ATM. No meu caso de nascença um lado do maxilar estende e o outro lado encurta, não é muito visível, apenas se reparar bem. Sentia e sinto muito desconforto. Mas o que me incomodava frequentemente eram as dores de cabeça fortíssimas. Na época, eu não sabia que tinha ATM, só descobrir aos 19 anos quando consultei com um especialista que diagnosticou o caso. Cá pra nós, dor de cabeça é uma dorzinha chata!


O que é ATM?

É a articulação têmporo-mandibular, uma articulação que liga o maxilar ao crânio. A DTM é a disfunção da articulação têmporo-mandibular que pode não estar funcionando adequadamente.

Quais os sintomas da DTM?


Disfunções de ATM apresentam muitos sinais e sintomas. Seu dentista poderá ajudá-lo a fazer um diagnóstico preciso, através de uma história médica e dentária completa, um exame clínico e de radiografias adequadas.

Alguns dos sintomas mais comuns de DTM são:

  • Dores de cabeça (frequentemente parecidas com enxaquecas), dores de ouvido, dor e pressão atrás dos olhos;
  • Um “clique” ou sensação de desencaixe ao abrir ou fechar a boca;
  • Dor ao bocejar, ao abrir muito a boca ou ao mastigar;
  • Mandíbulas que “ficam presas”, travam ou saem do lugar;
  • Distúrbios podem causar dor facial crônica
  • Uma brusca mudança no modo em que os dentes superiores e inferiores se encaixam.

A cura

Era fim de tarde quando uma tia e duas primas me convidaram para ir numa igreja próxima, no primeiro momento eu disse que não iria, uma delas me disseram que foram convidadas para um encontro especial de cura. Logo, sorri e pensei: Eu posso ser curada da dor cabeça!

Ao anoitecer já arrumada, aproximei da minha mãe e disse a ela que me convidaram para ir até uma igreja, que não sabia qual nome ou qual religião pertencia, mas que tinha certeza que iria ser curada da dor de cabeça de uma vez por todas!

Ela sorriu e disse: “ Se você tem fé, então vai ser curada. ”

Ao chegar na igreja simples de madeira, mas que tinha uma riqueza tão grande que me irradiava uma mistura de emoções boas que não conseguia explicar. Sentada no banco eu só pensava em uma coisa: Nunca mais sentir dor de cabeça. Isso era algo que tirava meu sossego, estava cansada e queria arrancar essa dor que tanto me incomodava. O sono se aproximando não prestava atenção no que o pastor dizia, naquele momento a religião não importava, o que eu buscava era cura. Enfim, na despedida ele pediu que formássemos uma fila para orações. Ao chegar minha vez, a força do pensamento era tão forte que eu acreditava sair dali curada. Eu não tinha dúvidas. Não enxerguei ninguém ali presente, também não prestava atenção o que falavam, ele colocou a mão sobre minha testa, mas o que me curou não foi óleo que ele passou na minha testa ou as palavras por ele ditas. Eu só precisava estar ali, foi a minha fé eu acreditei e pensei forte.

A fé está dentro de nós, se acreditarmos em algo com todas as forças não tenha dúvidas de que terás a vitória. Fechei meus olhos e pedi na minha linguagem de criança.

-Pai! Nunca mais eu quero sentir dor de cabeça, nem quando eu ficar velhinha, nunca mais quero sentir isso nunca mais, nunca mais, nunca mais…

Uma leveza começou a subir dos pés à cabeça, senti uma paz profunda e inexplicável, respirei aliviada e senti uma presença boa que parecia me olhar. Abri os olhos, caminhei até o banco e sentia no meu coração e mente uma voz que dizia. “ Conte para as pessoas quando tiver certeza. ”  Sorri feliz.


Não desista do que você acredita

Desde então, sempre em momentos oportunos conto para as pessoas que fui e estou curada através da fé. A fé que remove montanhas.

Vejo muitas pessoas nesse mundo sofrerem devido os problemas, doenças, corações aflitos. Muitos choram por dentro e sorriam por fora. Muitos são felizes por ajudar pessoas doentes, outras mesmo na dificuldade, são fortes e tem muita vontade vencer. Quando me deparo com pessoas que me contam o que as afligem, digo a elas o que passei e tento ajudar com palavras de motivação e calmaria.

Para Deus nada é impossível. Sei que seres humanos são complexos e muitas coisas não são tão simples quanto parece. Pode ter momentos em que caímos e em que o mundo não conspire a nosso favor. Isso não quer dizer que não somos merecedores do melhor para nossas vidas. Certas coisas acontecem para percebermos o quão somos fortes para sobreviver e aprender. Lá na frente podemos usar o que passamos como experiência e contar para outras pessoas para que reflitam e se sintam encorajadas, seja ela espiritual ou não. Não deixe de buscar o que te dá prazer de ser feliz, não desista! Nunca deixe de acreditar.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.