6min. de leitura

Fé sem ação não traz solução

Dizem que quem espera sempre alcança. Eu discordo deste ditado. Quem fica esperando que algo bom lhe aconteça não alcança nada na vida.

Um exemplo prático de que esperar não é a postura adequada para quem almeja alcançar alguma mudança em sua vida.


Houve um período de seca lá no Nordeste e a população inteira do lugar se reuniu e se colocou em profundo estado de oração clamando que chovesse.

O que houve foi que São Pedro não deu a mínima atenção para a nossa fé fervorosa, sem ação.

Como ninguém do céu tomou providência para acabar com a falta de água que estava destruindo o quase nada que tínhamos eu disse:

Gente, em vez de ficarmos aqui de joelhos no chão só orando, vamos tomar uma atitude concreta para resolver a situação, pegaremos enxadas bem afiadas e cavaremos um poço, que desta forma alcançaremos água pura e cristalina em abundância. Porque fé sem ação não traz solução!


Lembro-me de que todos abriram os olhos de uma vez só e olharam para trás demonstrando uma profunda admiração pela minha prática sugestão!

Outro ditado que eu discordo é: Deus ajuda quem cedo madruga.


Agora eu lhe pergunto: e quem ajuda as pessoas ricas que podem escolher os seus horários de trabalho e acordam às 11 horas da manhã?

Não existe essa de que Deus ajuda um e ignora o outro. Na verdade Deus ajuda quem trabalha honestamente em qualquer horário e alcança sucesso quem faz menos idiotices.

Muitas pessoas ficam de joelhos no meio dos problemas rezando para que Deus faça algo que é de responsabilidade delas.

Há inúmeras pessoas que vivem em uma situação de estagnação porque têm a ilusão de que a fé sem atitude remove montanhas.

Esquecidas de sua própria capacidade agem apenas como pedintes, colocam-se em condição de vítima das situações, sentam-se no meio de seus problemas, entram em oração e depois ficam paradas esperando que através da fé, sem ação, Deus atenda suas súplicas.

A fé é uma força poderosa que, unida ao trabalho e à determinação, nos torna imbatíveis.

O grande erro que essas pessoas cometem é que elas transferem a responsabilidade delas para Deus e ficam de braços cruzados acreditando que o universo vai trazer a solução para as situações as quais só elas podem resolver com trabalho e disciplina.

Algumas mais atentas até já perceberam que tudo depende exclusivamente delas, mas depois de algumas tentativas frustradas que fizeram em busca da felicidade, viram o castelo de seus sonhos desabar por terem construído suas bases com material ilusório. Traumatizadas com as perdas que tiveram refugiaram-se no medo e sentem-se castigadas por Deus.

Devemos aprender com a natureza que não se pode perder tempo com uma coisa que já foi destruída.

Quando uma tempestade destrói a casa das formigas, elas se reúnem e, enquanto a rainha cuida dos filhotes, o restante do grupo imediatamente faz a reconstrução da casa.

Portanto, a grande lição que fica aqui é: se algo deu errado, pare de andar descalço sobre os cacos cortantes de seu passado. De nada vai adiantar ficar diante de um espelho quebrado, reclamando da sorte, martirizando-se e punindo-se por ter atraído um resultado indesejado.

Diante de uma perda, chore sim, não há nada de errado em expressar a dor de sua alma, mas depois erga a cabeça, enxugue os olhos, evite lastimar-se e culpar-se por ter entrado em um barco furado, decida logo vencer os desafios de seu caminho, a maré da vida é forte e a onda não espera você levantar para se reequilibrar em cima de sua prancha de surf.

Portanto, enfrente as tempestades de sua vida. Reaja, mova-se.

Quando você se condena e se entrega ao medo, o seu sonho acaba morrendo afogado. Para ser feliz a sua alma precisa que você esteja do seu lado.

Perdoe-se por ter escolhido algum caminho equivocado, não se cobre tanto por ter se enganado, pare com essa mania masoquista de andar com um chicote para se agredir quando cometer um deslize.

Livre-se de cobranças que roubam a sua vontade de viver. Ninguém nasce trazendo consigo um mapa do destino que lhe foi traçado antes de nascer.

É só na vivência que o espírito é lapidado. Tenha mais paciência com as suas próprias falhas. Afinal de contas, você já perdoou tantas pessoas!

Por que você não perdoa a si mesmo também? Como é que você vai ser feliz, se você está o tempo todo contra si mesmo e se punindo de alguma forma?

Mude a maneira de agir diante das situações que acontecem em sua vida.

Use a sua força a seu favor, levante-se, retome os seus planos e recomece agradecendo a vida pela experiência e aprendizado que as suas escolhas lhe proporcionaram.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / vukvuk





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.