Felicidade: o que o impede de ser feliz agora?

7min. de leitura

Antes de começamos a conversar sobre este assunto, FELICIDADE, eu preciso que você, caro amigo leitor, pegue um papel e uma caneta. Sim, preciso que anote algumas perguntas.

Agora que já está com o papel e a caneta, por favor, anote, sem muito racionalizar, o que  vem logo à sua mente, quando eu pergunto a você. O que faria você ser feliz agora? Por favor, anote no papel 5 coisas que o fariam feliz agora.



Feito isso, anote novamente, sem racionalizar muito, 5 coisas que você acha que fazem com que você não seja feliz agora.

Obrigada por anotar, iremos precisar destas anotações ao final do texto, deixe este papel ao lado de você.

Agora para falarmos sobre felicidade, primeiramente entenderemos o que é a felicidade.


Se fizermos uma pesquisa rápida no google, acharemos uma definição simples de que a felicidade é um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico.

Existe até mesmo o Questionário da Felicidade de Oxford, para medir o nível de felicidade de um indivíduo. Ele leva em conta fatores físicos e psicológicos, tais como envolvimento religioso ou político, estado civil, paternidade, idade, renda e etc.

E se formos fazer pesquisas mais profundas, veremos que, por toda a história da humanidade, desde Buda, Jesus, e vários filósofos, a felicidade pode ser vista de diversas formas.


E aí vem a pergunta: Por que tantos conceitos sobre uma única palavra FELICIDADE?

Mesmo sendo o conceito o mais verdadeiro, complexo, singelo, honesto, o que realmente importa é, o que é felicidade para você?

Até porque você é o sujeito aqui. Mesmo que tenhamos o senso comum de que a felicidade seja uma família bem constituída, ou uma bela conta no banco, ou um simples café a dois, entenda que o conceito é o que menos importa, se isso não for uma verdade para você.

A felicidade é um sentimento, e este sentimento, quando é externado, demonstra a alegria, alegria que é capaz até de curar. Majestoso, não é?

Então, por mais que saibamos, que a felicidade é um sentimento, que muitas vezes está associado a questões coletivas, do senso comum, como coisas palpáveis como o ter, e não o ser, ela faz parte de uma verdade única, que está gravada dentro de você!

Tanto que se alguém o vê feliz, qual a primeira pergunta que este alguém o faz? É a pergunta que todos fazem “Por que você está assim tão feliz?” Sim é, porque a grande maioria, se não quase 100%, acreditam que a felicidade está ligada a algo externo.

Mediante isto, usaremos, como paralelo, um momento de felicidade. Feche os olhos agora e pense num momento feliz seu, um que você vibrou, ficou muito feliz de verdade. Lembre-se. E agora vamos pensar sobre este momento em especial. Pense se esta situação acontecesse várias vezes na sua vida, se todos os dias acontecesse a mesma coisa. Você seria feliz todas as vezes que esta situação acontecesse? Vamos pensar na sua promoção, se você fosse promovido todos os dias, será se você seria todos os dias feliz?  Pense sobre isso. Não teria uma hora em que você pensaria “de novo promoção”, já não o deixa mais feliz, não foi mais especial, é algo natural, corriqueiro, porque acontece todos os dias, você já não dá mais valor.

Agora reflita, o que é felicidade para a maioria de nós, sim, aquilo que damos valor, seja família, amigos, dinheiro. E tem um dia em que, quando elas não têm mais este valor, tornam-se um vazio, e quando você perde ou deixa de ter aquilo que considera ser a raiz da sua felicidade, você se torna triste.

Porque você agregou a sua felicidade a coisas, a ter, e o ter um dia vai embora, ou nunca chega, e quando você vai ser feliz? Amanhã, daqui a um ano, em 10 anos ou nunca.

Agora leia o que você anotou no papel. Leia o que você anotou como motivos que fariam você ser feliz agora. Desenhe uma imagem mental delas acontecendo, agora imagine isso acontecer com você várias vezes ao dia, veja isso acontecendo agora, veja acontecendo a cada minuto. Veja que a cada vez que você imagina a felicidade vai se evaporando, e algo especial se tornou corriqueiro, e deixou de ter o valor que você tanto imaginou.

Agora imagine você sendo feliz agora. Sendo feliz por ter o que você tem, ser o que você é, olhando-se no espelho e dizendo yes! Vibrando a sua felicidade. Tudo vai deixar você feliz, você não precisa mais ter para ser.

E quando você já é feliz, mais e mais coisas trarão felicidade. Porque, na verdade, meu amigo leitor, a felicidade é algo interno, que se exterioriza muitas vezes por algo externo, porém ela já existe aí dentro de você, ela só é mais fácil de sair quando algo acontece.

Porém, você já é feliz agora. As coisas só mostram para você algo que está escondido no seu íntimo. A felicidade já existe. Ela faz parte de você,

Agora risque o papel na parte das respostas do que impede você de ser feliz agora, e novamente anote o porquê você é feliz agora.

Porque, meu amigo, você já é feliz, tire as traves do seu coração, tire os obstáculos e sinta a real felicidade, que é a felicidade no ser e não no ter, é a felicidade sem motivos, é a felicidade pela felicidade!

Você não tem felicidade, você é felicidade! Felicidade agora e sempre!


Direitos autorais da imagem de capa: Allef Vinicius on Unsplash

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 17/06/2018 às 7:14






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.