Comportamento

Felipeh Campos compara tranças de Paulo André a “cadarço” é acusado de racismo

Foto: Reprodução
Felipeh Campos é acusado de racismo ao comparar tranças de Paulo André a cadarço

A fala do colunista não agradou os internautas, que não pouparam críticas nas redes sociais!

Nos últimos tempos, a luta contra o racismo tem crescido muito em nossa sociedade. Comentários e atitudes que por muitos tempo foram consideradas “normais”, hoje em dia são vistos com outros olhos, e aqueles que, de alguma maneira, desrespeitam essas pessoas, recebem chamadas de atenção ou até mesmo são expostos nas redes sociais, como uma maneira de tentar corrigir o seu comportamento.

Ainda que muitos considerem esse tipo de comportamento exagerado, para uma grande parte dessa comunidade, fazer as pessoas enxergarem que suas atitudes “inocentes” podem ter um fundo preconceituoso, é uma das maneiras de combater o preconceito e tornar a sociedade mais justa para todos nós.

Se a mobilização já é grande com pessoas anônimas, quando são famosos no holofote por conta de atitudes preconceituosas de terceiros, as pessoas são ainda mais incisivas em seus discursos.

Recentemente, Felipeh Campos, colunista do A Tarde É Sua (RedeTV!), recebeu diversas críticas através nas redes sociais por conta de um comentário em direção ao ex-bbb Paulo André, que participou da edição deste ano do reality.

Paulo André fez tranças no cabelo depois de deixar o programa, mas sua escolha não agradou o colunista, que falou sobre o assunto durante o programa comandado por Sonia Abrão nesta segunda-feira (2).

Campos disse que não gostou do novo visual do esportista, e comparou sua trança a cadarços. O comentário foi feito enquanto o colunista reagia aos figurinos e visuais de algumas celebridades em uma festa de gala.

A fala de Campos foi a seguinte: “Eu tenho um monte de cadarço lá em casa. Eu não gostei. Deveria ter ficado sem as tranças, estava tão bonito”.

Os internautas não demoraram muito tempo para irem às redes sociais protestarem contra a fala do colunista, o acusando de ter praticado racismo. “Foi, sim, um comentário racista, a Sonia ainda riu da piada racista”, um usuário do Twitter.

“O Felipeh Campos na Sonia Abrão acabou de falar isso em maio de 2022. O nome disso todo mundo já sabe que é preconceito”, opinou outra pessoa.

O portal Notícias da TV, da UOL, procurou o colunista depois da repercussão de seu comentário, e ele se defendeu, dizendo que o seu comentário foi motivado apenas por seu gosto pessoal.

Felipeh ainda comentou que foi criado junto a pessoas negras, é do candomblé desde criança e jamais teria uma atitude racista. Ele pontuou que da mesma forma que as pessoas podem não gostar do seu cabelo, ele também não gostou do cabelo da PA, por uma questão estética.

O colunista disse que o seu comentário não teve nada a ver com as tranças, que é originalmente um padrão black, e reforçou que gosta da “negritude” de PA e do poder do homem preto que ele exala.

Ainda defendendo o seu ponto de vista, ele frisou que durante toda a edição do BBB falou que PA era um dos homens mais bonitos de todas as edições do reality, mas que não é obrigado a gostar das tranças que ele fez, assim como ninguém é obrigado a gostar do seu estilo de cabelo.

Nos comentários que vieram depois da reação da web à fala do colunista, outras pessoas também deram suas opiniões sobre o episódio. Muitos concordaram que fala de Campos foi infeliz e que ele poderia ter evitado fazer esse tipo de comparativo, especialmente conhecendo o tipo de sociedade em que estamos vivendo.

No entanto, outras pessoas disseram achar que as críticas foram exageradas, e que eles apenas estava fazendo um comentário normal, como todos nós fazemos diariamente.

0 %