Pessoas inspiradoras

‘feliz demais’, papai noel negro celebra sucesso em shopping paulista

feliz demais

O natal é uma época muito especial, e não importa a idade, sempre sentimos nossos espíritos se renovarem e a gratidão se tornar mais presente em nossas vidas no final de cada ano.



Decoramos nossas casas, aproximamos dos amigos e da família e preparamos nossos lares para a chegada de um novo ciclo de vida.

Além das guirlandas, das árvores de natal e das luzes pisca-pisca, outro símbolo imprescindível do natal é o Papai Noel, que se faz sempre presente em shoppings e também em muitas lojas espalhadas pelas cidades.

A figura do bom velhinho é sempre a mesma: um senhor gordinho, de pele clara e cabelos e barbas muito brancas, é assim que reconhecemos o Papai Noel, mas um shopping de São José dos Campos, interior de São Paulo, provou que há sempre espaço para mudanças que celebrem as diferenças.


O shopping fez uma mudança no Natal esse ano: contratou um senhor negro para ser Papai Noel.

Rubens Campolino, um senhor aposentado de 70 anos à princípio achou o convite um pouco inusitado, porque é muito raro vermos um Papai Noel que não seja alvo, mas ainda assim resolveu aceitar a proposta para ver como as coisas seriam e os resultados não poderiam ser melhores!

“Procuraram-me e fizeram a proposta de eu ser Papai Noel. Aí eu respondi: ‘tudo bem, mas você viu a foto minha, viu que eu sou negro?’. Aí responderam que eu ia ser o primeiro Noel negro. Minha esposa apoiou e disse que eu tinha que me preparar para reações positivas, mas também negativas. E hoje estou aqui”, finalizou.

Seu Rubens fez um sucesso muito grande, tanto na cidade, quanto na internet. Muitas crianças negras visitaram o Papai Noel e se encantaram com a semelhança entre eles.


A presença de um Papai Noel negro é muito importante para estimular essas crianças a se sentirem mais parte de sociedade e aumentar sua confiança.

“Eu sou o Papai Noel para todo mundo. As reações das crianças variam, tem crianças negras que acabam comentando que pareço um parente, o pai, o avô e já se sentem em casa”, contou ao G1.

A representatividade que Rubens deu às pessoas negras é muito especial e encorajadora, mostrando-nos  que todos somos iguais e que o preconceito é coisa da cabeça das pessoas e precisa ser combatido.

O Natal, assim como todos os outros dias do ano, é época de aceitarmos as diferenças e mostrarmos amor e apoio para todas as pessoas ao nosso redor, ajudando a combater preconceitos e estereótipos negativos.


O amor sempre será maior do que qualquer sentimento negativo. As fotos abaixo são uma comprovação disso. Aprecie!

feliz demais2


 



Visualizar esta foto no Instagram.


 

Enfim, encontramos um Papai Noel pra chamar de nosso! Sim, viajamos uma hora e vinte minutos até São José dos Campos, só para abraça-lo, fazer meia dúzia de pedidos e lhe dizer obrigada por aceitar esse desafio. Logo logo teremos vídeo no canal sobre nossa experiência, prometemos! ?? #emocionadaateagora #rubenscampolina #papainoel #papainoelnegro #natal #coisadefamiliapreta #criandofilhasnegras #criandofilhosnegros #representatividadeimporta #maternidade #maternidadenegra #paternidade #paternidadenegra

Uma publicação compartilhada por Familia Quilombo (@familiaquilombo) em

Lindo exemplo do shopping! Por mais atitudes como essa!

Compartilhe com  os seus amigos!


Direitos autorais da imagem de capa: Julio Sonnewend/Vale Sul Shopping

Boas vibrações e desejos! Confira o top 10 da semana!

Artigo Anterior

Você quer melhorar a sua vida em todos os aspectos? olhe para o seu pai e para a sua mãe!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.