Feng Shui e o consumismo

É bem comum quando realizo a consultoria de Feng Shui na casa de alguém, que as pessoas queiram sair comprando tudo que eu indico para cada área, pedras cristais, pintar paredes, objetos e tudo mais. Mas o Feng Shui e o consumismo exagerado não combinam. Antes mesmo de ver o local, já indico o desapego.

Desapego. Este é e sempre será o passo número um que vou dizer para você, quando decidir utilizar o Feng Shui como ferramenta de autodesenvolvimento.

O Feng Shui é muito mais como deixar a energia fluir do que encher a casa de patuás. Há locais que não têm nenhum, mas são super equilibrados. É inevitável eu chegar a um local e começar a analisar, na ótica do Feng Shui, se o local está harmonizado ou não, principalmente comércios.

E já vi muitos locais que começam lindos, com design impecável, porém, ao longo do tempo, não conseguem manter o padrão. Como também já vi lugares muito simples que vão se reinventando, sempre harmônicos.

Cito um prédio aqui na minha cidade (Apucarana-PR) que já teve vários tipos de comércio e hoje é uma loja popular de moda evangélica. E nunca vi a loja com tanta alegria exposta! Ela é um corredor bem longo que hoje está muito bem organizado e já nos recebe com plantas na porta. Nada sofisticado, e muitos podem achar até “brega”.  Estes dias, por exemplo, passei lá e vi num desses vasos um pé de poncã que estava a coisa mais linda! E porque estou dizendo isso para você?  Quero que você entenda que ter um ambiente alinhado com boas energias independe de gastar muito com isso.

O que o Feng Shui e o consumismo têm a ver?

Nós devemos sempre ter em mente que o Feng Shui trabalha com as forças da natureza. E num círculo construtivo, por exemplo, numa selva nós não temos desperdício, os bichos não se matam para ter estoque, eles se satisfazem e aquelas sobras ainda terão alguma serventia para outros animais. Observe também uma árvore frutífera, os frutos alimentaram um animal e o que sobra dele, insetos se alimentam, e ainda o que ficar será adubo ou uma nova planta. É lindo esse ciclo! Gosto de analisar a natureza, pois ela sempre está certa. Nós sempre aprendemos a ser melhores através dela.

Com tudo isso, quero que entenda que não é errado ter posses ou um lugar bonito, mas que para você ter um ambiente equilibrado é muito importante perceber que aquilo que está ali deve ter utilidade.

É sobre isso que o Feng Shui ensina. A energia deve sempre está em movimento e se você tem coisas demais termina não as usando, bloqueando o fluxo. Essa também não é uma visão minimalista e um dia eu gostaria de ser desapegada a esse ponto. 

Contudo precisamos nos conscientizar de que o desperdício não é nem de longe uma boa opção. Consuma aquilo que é suficiente para você. O Universo é abundante, sim, mas é só olhar para a natureza para entender a reação dela ao desperdício: muitos desastres naturais. E não é um castigo, e sim uma consequência do mau uso das riquezas que ela nos proporciona.  Fique atento a tudo aquilo que você pode melhorar, e melhore!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: breadmaker / 123RF Imagens



Deixe seu comentário