Notícias

Filha de repórter demitido detona a Globo: “Não valorizava e não tinha verba”

Sem Titulo 1 1
Comente!

A Globo anunciou nesta semana a demissão do repórter Francisco José, que ficou por mais de 40 anos na emissora. Além dele, os veteranos Isabela Assumpção e Renato Machado também não fazem mais parte do quadro de funcionários da empresa.

Quem decidiu se posicionar a respeito do desligamento de Francisco foi Marianne Brito, que é filha do jornalista. Nas redes sociais, ela publicou uma foto do pai no trabalho e deixou muitos elogios ao profissional. Na mesma postagem, ela aproveitou para alfinetar o canal carioca.

“Há vida fora da Globo! Adoro essa afirmativa, e faz tempo que a gente conversava sobre isso. A empresa mudou e já não valorizava seus mestres. Faltava verba para as grandes reportagens, enfim…”, afirmou Marianne.

História do jornalismo

Em outro momento, Marianne Brito fala sobre a parceria de sucesso do pai com a Globo. “Foi uma parceria incrível por décadas e sua marca está na história do jornalismo brasileiro”, diz ela, que ainda chama de “impecável” a reputação de Francisco José.

O jornalista conversou com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, e falou sobre sua saída da Globo. Francisco afirmou que se chateou com a demissão, já que não tinha a intenção de deixar a emissora carioca.

“Eu estou triste, claro, foram 46 anos na emissora. Não posso fingir e dizer para você que estou feliz, porque não estou. Se fosse para sair feliz eu teria saído antes, pedido [para sair]”, disse o jornalista.

José ainda revela que as mudanças na política da Globo já foram avisadas há três anos. “Acho triste essa política de renovação, muitos dos que estão saindo são mestres do telejornalismo. O acordo que é feito entre as partes é tão vantajoso que a gente não tem como dizer não”, finalizou.

Veja a publicação da filha de Marianne Brito:

fe1fe0cc 3d39 4f36 87a6 f2e0f878f13b

Direitos Autorais: Reprodução/ Instagram

Comente!

Amigos descobrem que são irmãos separados há mais de 30 anos em Natal

Artigo Anterior

“Eu fiquei pendurado pelo cinto de segurança. Deus estava comigo, eu nasci de novo”

Próximo artigo