ColunistasPais e Filhos

Filha… Não cresça, não!

Filha site 1

Posso chamá-la de menina? De minha menina?



Ah! Você já não quer mais esse rótulo, não é? Alcançou aquela idade mágica da vida em que a gente sonha com os anos que virão, faz planos para a maioridade, ambiciona a liberdade... mas posso lhe pedir? Minha menina… não cresça não!

Estou vendo você voar com as asas ainda imaturas. Você quer partir do meu ninho e eu quero guardá-la num potinho, eternamente assim, só para mim. Mas não vai ser assim… todos os dias eu a vejo um pouco mais longe do que meus braços podem alcançar.

Todos os dias eu sinto meu coração mais apertado e você achando exagerado esse meu jeito de amar.


Filha… eu não fui a melhor mãe e infelizmente, nunca serei. Eu bem que tento, mas só sei ser assim desse meu jeito e vou me agarrando à esperança de que você não cresça sem perceber que, seja do jeito que for, eu tenho por você o meu maior amor.

Um dia você há de repetir para os seus filhos o que minha mãe me dizia: “Quando você for mãe vai saber”. E agora, assim vendo você crescer eu compreendo o tamanho do sentimento que uma mãe é capaz de ter.

Mas… eu posso chamá-la de menina? Porque, sabe, eu não vou lhe enganar, aqui dentro do meu peito, não tem jeito, você uma menina sempre será!

E essa flor da idade, hein, minha filha?


Quando foi que eu pisquei e você pulou daquele berço onde dormia tão serena para essa menina de alma tão linda, querendo deixar de ser meu bebê?

E essa flor da idade? Essa sua mania de me desobedecer e crescer assim tão depressa? Para que a pressa?

Um dia os anos vão se inverter… enquanto você cresce e a vida te amadurece, eu vou envelhecendo e começo a retroceder. Um dia, em qualquer um desses dias, que passam tão rápido, você vai me surpreender sendo uma mulher admirável e eu vou assistir você ali, no canto da minha velhice, com esse mesmo amor.

Mas enquanto isso… posso chamá-la de menina? Posso prendê-la num potinho e guardar num cantinho do meu coração?


Posso pedir: Filha, não cresça, não!

_____________

Direitos autorais da imagem de capa: goldenkb / 123RF Imagens


Eu procrastino, tu procrastinas, nós procrastinamos…

Artigo Anterior

O amor pode ser uma questão de tempo…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.