ComportamentoFamília

Filha surpreende pai pedreiro no trabalho e o presenteia como agradecimento por se formar!

Yudit fez questão de voltar à sua cidade natal para presentear seu pai, a principal razão de ela conseguir se formar na universidade.



Quanto de esforço seus pais tiveram de fazer para que você chegasse aonde está agora? Muitas pessoas não têm a sorte ou a possibilidade de contar com a ajuda dos pais que, em muitos momentos, por mais que queiram ajudar seus filhos, simplesmente não conseguem. Mas cada passo que damos, cada novo caminho que pegamos, tudo tem influência, direta ou não, das pessoas que zelam por nós.

Muitas famílias pobres precisam do dobro, do triplo do esforço para conseguir que os filhos cheguem perto de uma universidade. Sabemos também que a educação é o melhor caminho para mudar realidades, diminuir diferenças sociais e garantir um futuro melhor para milhões de pessoas.

A emocionante história de Yudit Romero é capaz de tocar as pessoas porque traduz um pouco de toda a dificuldade, todo o esforço que milhões de pais e mães fazem diariamente por seus filhos.


Logo depois de defender sua tese na faculdade de educação, a jovem paraguaia, de 32 anos, voltou para sua cidade natal, em Mayor Martínez, para agradecer a seu pai.

Caçula de quatro irmãs, Yudit visita a obra em que o pai está trabalhando para lhe entregar seu título universitário. Bras Romero é pedreiro desde que tinha 15 anos, e foi justamente esse trabalho que custeou a educação das quatro filhas, todas profissionais com nível superior.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Yudit Romero.

A jovem se emociona quando encontra o pai e dedica sua importante conquista a ele e à mãe Juana Eva Gaona, costureira, que sempre incentivaram os estudos, independentemente do que lhes acontecesse. No vídeo, gravado por uma de suas irmãs, Yudit agradece ao pai e afirma que o esforço e conquista são deles também. Além disso, a jovem fala que, graças ao trabalho dele, todas puderam estudar.


Yudit ficou surpresa quando descobriu que sua história cruzou fronteiras, repercutindo internacionalmente. Ela sabia que a irmã estava registrando aquele momento, mas não sabia que ela publicaria o vídeo e teria essa dimensão.

Graduada em Ciência da Educação, na Universidade Nacional do Pilar, no Paraguai, a jovem conta que, por trás de sua história, existem milhares de compatriotas que compartilham da mesma realidade.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Yudit Romero.

São milhares de paraguaios que precisam trabalhar para garantir que seus filhos estudem e tenham um futuro melhor. Yudit conta que, ainda na infância, não compreendia o motivo de precisar levar a sério os estudos, mas logo que conheceu a realidade das pessoas, passou a sentir extrema gratidão pelos esforços dos pais.


O que você achou desta história?

Compartilhe-a nas suas redes sociais e comente abaixo!

Para que pai pudesse cuidar de filho com leucemia, colegas de trabalho lhe doam mais de 3 mil horas extras

Artigo Anterior

“Fui ignorado, xingado e cuspido”: ex-policial fala do racismo que sofreu na profissão e na vida pessoal

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.