publicidade

Filme mostra que somos todos buscadores incansáveis da felicidade. Somos iguais.

A premissa de que as diversidades nos fazem iguais nunca fez tanto sentido. Enquanto o mundo entra em guerras por poder alegando supremacias inventadas, nos questionamos: Alguns são melhores do que outros? Tirando fatores econômicos e partindo para os fatos culturais, Dalai Lama responde que não. Somos todos buscadores incansáveis da felicidade. Somos iguais.



Se o propósito da vida é alcançar a felicidade, é preciso antes definir o que seria esse objetivo.

No vídeo aqui em questão, são expostas ideias do que seria essa felicidade, como alcançá-la e de onde podemos tirar conclusões acerca da mesma.

Levando em consideração ensinamentos do Budismo Tibetano, encontramos algumas alegações do que viria a ser o estado ideal para o surgimento de uma felicidade pessoal.

O equilíbrio é citado como característica necessária. De que equilíbrio estamos falando? Pois bem, do equilíbrio entre a mente e o corpo. O estado de espírito encontra a felicidade quando a paz é alcançada. Reter sentimentos negativos seria o primeiro passo para acabar com essa paz de espírito. Parece simples, mas estar em paz significa abdicar de sentimentos cotidianos como inveja, raiva, frustração. Numa sociedade onde o querer extrapola qualquer regra de convivência pacífica, devemos nos perguntar se este querer está ligado à necessidade, ou ao simples fato de sermos levados pela ganância. Somos tentados todos os dias com a imensidão de produtos no mercado, com promessas de satisfação. Felicidade é diferente de prazeres momentâneos.


A felicidade pessoal só depende de ti, e do teu esforço em alcançá-la perante o mundo que te seduz com diferentes estímulos ligados à competição, e não à compaixão.

Antes de mais nada, lembre-se. Somos todos iguais, e precisamos de paz para alcançar a felicidade. Se fica difícil imaginá-la no exterior de nossas mentes, saiba que ela começa em você.


b6

b5

b4

b3

b2

b1

 

 

Fonte: Razões para Acreditar

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.