publicidade

Finais felizes são para histórias que não terminam?

Por que não podemos transformar o amor em carinho? Aquela coisa bonita tem que, obrigatoriamente, se decompor em raiva, mágoa ou revolta?



Precisamos aceitar o fim e entender que a pessoa pode ser feliz sem a gente. Eu sei. É difícil ver a felicidade de quem amamos sem fazer parte dela.

Queria te dizer que todos nós somos insubstituíveis. Eu, você, ele. Jamais alguém vai ocupar nosso espaço em um coração que moramos por um tempo. Mas existem grandes chances de alguém chegar, sorrateiramente, e dominar um espaço ali do lado, tão importante, grande ou maior do que o nosso. E, sabe? O amor deveria existir para sempre. Não é porque ele muda de forma ou de personagem que ele deixa de ser amor.

Outro dia me perguntaram “por que não deu certo?”. E eu até teria uma lista quilométrica de motivos para dizer, mas preferi acreditar que sim, você foi uma boa aposta. Enquanto estivemos juntos, fomos felizes. E não é porque decretamos um ponto final que preciso urgentemente deletar as situações vividas e os sentimentos divididos do meu HD. O que acaba, pode ser ainda palpável, embora doa. Não precisa virar poeira.


Narrativas escritas a canetas deixam borrões nada harmoniosos se tentarmos apagar com borracha. Pode até chegar a rasgar as folhas em branco. Por isso, parei de tentar não lembrar mais o nome de quem me deixou ruminando um sentimento de perda até vomitar. Não quero esquecer. Quero estar bem viva para reconhecer o quão importante foram os nossos momentos e fazer coisas bonitas com as lembranças. Tipo pinturas, se eu fosse artista.

Essas fábulas felizes não são só para histórias que não terminam. Ainda tenho uma esperança cega de viver e ser alegre construindo um novo começo, sem precisar diminuir as recordações de quem me ajudou a ser quem eu sou.

Por mais que doa, por mais que faça chorar, por mais que eu queira muito não ser assim, coloco arco-iris no fim, sim. Porque sei que, no fim das contas, são só duas pessoas que se amaram, mas se perderam em algum lugar. Ninguém tem culpa disso. Ou talvez até tenha. Mas já passou do momento da gente ter essa discussão.


 

___

Originalmente Publicado em Sem Caô

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.