Notícias

“Fizemos sexo por telefone durante anos”, diz jogador vítima da falsa Alessandra Ambrosio

jogador de volei

O jogador italiano de vôlei Roberto Cazzaniga, 42 anos, vítima de estelionato aplicado por uma mulher, que fingiu ser a modelo brasileira Alessandra Ambrósio, deu mais detalhes sobre como funcionava o relacionamento e revelou que os dois fizeram sexo por telefone “durante anos”.

“Eu sempre a chamei de amor, ela nunca. Eu tive que insistir e lembrá-la de dizer isso. Ela disse que precisava se conectar a máquinas porque sofria de dores no coração”, declarou Cazzniga.

Junto de jornalistas do programa Le Iene, que tornou público o golpe, após a denúncia de amigos e familiares, Cazzniga foi até a ilha de Sardenha onde Valeria Satta, de 50 anos, vive e se passava por Alessandra Ambrosio.

A golpista não quis receber o jogador, que pediu para encontrá-la diversas vezes e o encontro não aconteceu.

O jogador e a falsa Alessandra Ambrosio começaram a se relacionar em 2008, mas nunca se encontraram pessoalmente, em todos esses anos.

“Ela deu mil desculpas, como doença e trabalho. E ainda assim me apaixonei por aquela voz, uma chamada após a outra. O contato era apenas no celular, quase que diariamente. Ligava antes de eu ir treinar ou à noite, na hora de dormir”, contou Cazzaniga ao jornal italiano Corriere Della Sera.

Valeria dizia que se chamava Maya, e com as fotos da modelo brasileira seduziu o jogador. Em seguida, passou a pedir frequentes de empréstimos de dinheiro. Ela conseguiu que, ao longo de anos, o Cazzaniga lhe desse 700 mil euros (cerca de R$ 4,3 milhões).

Com o valor adquirido por meio do golpe, Valeria reformou sua casa em 2017.

“Nem sei ao certo, mil euros aqui, outros dois mil ali… No final, chegamos a um total de 700 mil. Passado este pesadelo, é como se tivesse acordado de um coma que me fez perder décadas de vida”, detalhou o atleta.

A mentira só foi descoberta após a desconfiança de amigos e familiares ao verem o jogador pedindo dinheiro emprestado para ajudar ‘Maya’. Eles reuniram provas e num programa de TV italiano desmascararam a golpista, além de terem criado uma vaquinha para ajudar Cazzaniga a recuperar o dinheiro perdido.

O caso segue sendo investigado pela polícia italiana.

Maconha poderá ser pedida via Ubereats no Canadá

Artigo Anterior

Jovem de 23 anos denuncia estupro após ter sido dopada em festival de rodeio de Jaguariúna

Próximo artigo