O SegredoEspiritualidadeVida

Flor de lótus – nelumbo nucifera

lotus

Hoje me veio um sentimento forte sobre renovação e superação. Fiquei refletindo sobre o que vejo todos os dias, sobre as pessoas com quem convivo e o que a vida nos ensina. Estamos sempre em contato com um ser humano movido por uma grande vontade de ser, de realizar, de vencer, de se superar a cada dia.



Percebo o quão semelhantes somos em nossa busca constante pela felicidade. Queremos ter saúde, realização profissional, buscamos formas de amadurecimento, autoconhecimento. Qualidade de vida, amor, prosperidade financeira e  mesmo em nossas diferenças, estamos todos seguindo o mesmo caminho, intencionando  uma mesma completude.

Entretando, o que mais me surpreende e inspira, é  presenciar pessoas com uma força de superação tão significativa e grandiosa, capazes de saírem do mais profundo ‘fundo do poço’,  por assim dizer, para uma vida de júbilo e  glória, interior e exterior. Essas pessoas têm uma luz tão grande, cuja força é capaz de emergi-las do mais profundo abismo de si mesmas.

Há algum tempo eu havia postado em minha página no facebook a imagem de uma flor de lótus vermelha, pois gosto do vermelho, cor do nosso sangue, cor da  intensidade  que nos é  conferida como seres espirituais em forma humana, por  ser a cor do coração, a cor do amor, porque somos todos amor… postando também um vídeo, com música, imagens  e mensagem maravilhosas!


Quero deixar  esssa mensagem para vocês, como inspiração, para que reflitamos e busquemos juntos a essência e o sentido de  um exercício de purificação e renovação internas, independente dos rios escuros pelos  quais,porventura, necessitamos um dia, atravessar.

FLOR DE LÓTUS – NELUMBO NUCIFERA

Foto-Lotus-Vermelha-644x433

Os povos orientais têm essa flor como símbolo da espiritualidade. Pois acreditam que ela desabrocha aqui na terra, somente depois de ter nascido no mundo espiritual. O puro Lótus branco, a única planta que frutifica e floresce, simultaneamente, emerge das profundezas dos pântanos, e simboliza a manifestação da natureza de Buda ou da consciência de Cristo. Suas flores são consideradas sagradas pelos Budistas da Índia, Tibet e China. Nas pinturas Tibetanas, linhagens de Buda e homens santos, aparecem flutuando sobre flores de lótus. Uma representação dos tronos da suprema espiritualidade.


Nas escrituras Budistas, no Tibet, contam que, milagrosamente, o pequeno Buda já podia andar ao nascer e que  a cada passo que a criança ‘iluminada’ dava, brotavam flores de lótus de suas pegadas – uma de suas assinaturas de sua origem divina. Lótus é o símbolo da expansão espiritual, do sagrado, do puro. A lenda Budista nos relata que, quando Siddharta, que mais tarde se tornaria o Buda, tocou o solo e fez seus primeiros sete passos, sete flores de lótus cresceram. Assim, cada passo do Bodhisatva é um ato de expansão espiritual. A expansão da visão espiritual na meditação (dhyana) está simbolizada pelas flores de lótus, completamente abertas; cujos centros e pétalas suportam imagens atributos ou mantras de vários budas.e Boddssatvas, de acordo com sua posição relativa e doação mútua. Do mesmo modo, os centros da consciência do corpo humano (chacras) estão representados com flores de lótus, cujas cores correspondem ao seu caráter individual, enquanto o número de suas pétalas correspondem as suas funções.  O significado original desse símbolo, pode ser visto pela semelhança seguinte:

Tal como a flor de lótus que cresce na escuridão do lodo, para a superfície da água, abrindo suas flores, somente após ter-se erguido além da superfície,  ficando imaculada de ambos, terra e água, que a nutriam, do mesmo modo a mente, nascida do corpo humano, expande suas verdadeiras qualidades (pétalas), após ter se erguido dos fluidos turvos da paixão e da ignorância e transforma o poder tenebroso da profundidade, no puro néctar radiante da consciência iluminada (bidhicitta) a incomparável jóia (mani) na flor de lótus (padma). Assim, o arahant  (santo) cresce além desse mundo e o ultrapassa. Apesar de suas raízes estarem na profundidade sombria desse mundo,  sua cabeça está erguida na totalidade da luz. Ele é a síntese viva do mais profundo, do mais elevado, da escuridão e da luz, do material e imaterial, das limitações da individualidade e da universalidade ilimitada, do formado e do sem forma, do Samsara e do Nirvana. Se o impulso para a luz não estivesse adormecido na semente profundamente escondida na escuridão da terra, o lótus não poderia se voltar em direção à luz. Se o impulso para  uma maior consciência e conhecimento, não estivesse adormecido, mesmo no mais profundo estado da ignorância.

A semente da iluminação está sempre presente no mundo, e do mesmo modo que os Budas surgiram nos ciclos passados do mundo, também os iluminados surgem nos presentes ciclos e poderão surgir em ciclos futuros, enquanto houver condições adequadas para uma vida orgânica e consciente. Meu apelo por uma revolução espiritual, não é um apelo por uma revolução religiosa. (Dalai Lama)

Assistam ao vídeo…


***

A minha mensagem de hoje é de que todos os dias sejam uma renovação, que façamos todos os dias nossa melhor versão superada de nós mesmos. Que não importa o seu ontem, não importa tudo aquilo qjue você considera sombras do passado; é  passado e ele te fez como você é hoje… mais forte, mais purificado, mais lapidado e por isso mesmo, o dia de hoje necessita ser  o melhor de sua vida!  Jogue luz nessa tua sombra, pois ela não precisa deixar de existir, só é necessário o desapego. As sombras fazem parte de nós, são raízes  que nos trouxeram para a luz. Todo dia é dia de ser feliz, todo dia é dia de olhar a vida por novos prismas, todos os dias são grandes recomeços! Motivação é um presente que concedemos a nós mesmos, um exercício de inteligência que vem de dentro, do cerne, da alma. Ninguém sabe o quão forte é até que necessite, realmente, ser. Deixe fluir em sua mente somente o que te eleva! Nosso íntimo é casa sagrada, palco de Deus! Nossa natureza não é o sofrimento, é a felicidade!  Não é uma filosofia, é uma atitude… é  mais que uma escolha, é uma condição!

Inspiremo-nos na flor de lótus…  façamo-nos emergir dos nossos ‘lodos’ mais turvos para a nossa mais divina luz,  Façamos nossa alma pura, hoje, Não permita que seu ontem te defina, use-o como impulso para ser sempre uma nova e melhor  versão de você!


Com todo carinho, gratidão e amor…

Namastê!

 Deborah Furtado

 _____


“A lótus vermelha simboliza a natureza original do coração. É o símbolo do amor, compaixão, paixão e outras emoções associadas ao coração. O lótus vermelho é geralmente representado com suas pétalas abertas, simbolizando a beleza e a doação de um coração. Também está associado a Avalokitesvara, O Buda da Compaixão.”

Kenguru car: o carro que dá mais mobilidade e autonomia aos cadeirantes

Artigo Anterior

Artista cria belas artes temporárias utilizando areia colorida

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.