3min. de leitura

A fofoca é irmã da inveja!

O que faz um indivíduo tomar gosto de falar da vida alheia? Certamente a inveja!

Ninguém atira pedras em árvores sem frutos. Ou seja, se você é invejado, criticado e alvo fácil de constantes fofocas, isso se deve ao fato de que você importuna, por viver plenamente e com a dignidade de não precisar denegrir o próximo para desmerecê-lo e se sentir superior.


Pense na possibilidade de que você é um incômodo, pois seu brilho ofusca quem habita nas sombras. E que suas asas constrangem os rastejos das cobras.

Há um lado bom quando somos invejados, pois é a confirmação de nossos inimigos, de que somos algo relevante e por isso lhes causa desconforto.

Ninguém calunia quem está invisível, sem nenhum tipo de notoriedade e qualidades. Logo, não dê prioridade ao aborrecimento, sinta-se superior, porque há inferiores perdendo tempo e gastando energia para falar de você. Pois, quem se empolga falando de fracassados?

Perdedores odeiam vitoriosos e essa amargura é típica deles.


E não se deixe enganar pelos falsos, os que têm mil faces, e meia dúzia de sorrisos. Afaste-se do “disse, me disse” os famosos ” leva e traz”. A mediocridade dessas pessoas chega a ser surreal, suas palavras tóxicas e conversas dissimuladas, são cheias de intuito para te magoar e, ao adquirirem sua dor, irão espalhá-la ao vento, com uma mórbida satisfação de pessoas infelizes.

E para encerrar, não concordo de forma alguma com a frase ” Quem fala de mim na minha ausência, é porque respeita minha presença”. Isso é contraditório, pois quem fala pelas costas é covarde. E covardia combina com desrespeito. É propício ao difamador espalhar suas calúnias longe do caluniado.


O veneno da língua infame só tem astúcia com a distância da verdade, de quem está ausente e incapacitado de se defender.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: leaf / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.