ColunistasReflexão

A força do querer!

A força do querer site

Uma coisa que eu acredito é que as palavras tem força. E uma coisa eu posso dizer a você: querer não é lá uma palavra muito forte. É uma palavra intermediária, eu diria.



Certa vez, em um atendimento, uma cliente falou que precisava fazer isso, que tinha que fazer aquilo.

Perguntei: Você precisa ou você quer?

Há! Aqui está um momento intermediário.


Uma coisa é você pensar que tem uma obrigação com os seus objetivos, como se fosse uma regra “eu tenho que”, “eu preciso”, criando uma necessidade pesada e sendo pressionado por eles. Outra coisa, é você querer algo, assim como você quer beber algo gelado no calor. Humm… Aí fica mais gostoso, não é não?

Beleza! Mas querer apenas, não é garantia de nada. Não é porque você quer, por exemplo, ser artista, concursado(a), médico(a), engenheiro(a), casado(a), etc e tal, que você vai conseguir. Entende?

Por isso, o verbo querer não é lá tudo isso de forte. Ele é importante para tirar você de um lugar desagradável que você se colocou “sem querer”, mas não é o suficiente para levar você ao seu incrível e maravilhoso objetivo, que eu espero que você atinja.

Então que verbo ou que palavra usar no lugar? – você pode se perguntar: Que palavra forte eu posso usar para ir na direção do meu objetivo, para conseguir realizar aquilo que eu mais quero?


Dois verbos muito mais eficazes, talvez não tanto poéticos, são “ir” e “fazer”. Diga a si mesmo que você vai lá e vai fazer.

Porque o que acontece é que você pode querer fazer algo e aí você diz que vai tentar. Só que é complicado tentar. O que é tentar ligar para alguém, por exemplo? Você não consegue teclar os números, por isso está tentando?

Não! Você ligou e a pessoa não atendeu ou caiu na caixa de mensagens, o que for. Você fez o que pôde fazer. Você foi lá e fez.

Quando você vai lá e faz algo, você faz e pronto. Você nem quer, nem tenta; você faz. Enquanto muitas pessoas estão ainda pensando, sonhando, decidindo, viajando na batata, você já foi e testou e, se não deu certo, já mudou a rota e está indo novamente com mais conhecimento para alcançar o que você deseja.


E é aí que a mágica acontece! Tcha-ram! Apenas fazendo coisas, você se torna quem você deseja ser e, a partir do momento em que você se desenvolve nessa direção, afinal, você aprende nesse processo, você consegue ter aquilo que quer. Então, faça. Vá.

Querer pode lhe dar margem ainda a uma reflexão. Eu quero, mas “e se”… Esses pensamentos sem fim podem levar você a não sair do lugar. Ou ficar tentando, fingindo para si mesmo que quer algo.

Quem quer, vai lá e faz. Capiche? Agora sim, você vai perceber a força na sua vida!

Quando você faz as coisas, as coisas começam a acontecer na sua vida. Não tem mistério. Vamos fazer?


 

___________

Direitos autorais da imagem de capa: iloveotto / 123RF Imagens


40 citações inspiradoras para momentos difíceis:

Artigo Anterior

“o que vale na vida não é o ponto de partida, e sim a caminhada…”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.