AtitudePazPerdoarVida

A força do perdão – evolução espontânea [vídeo]

“Baseada nas descobertas científicas sobre o funcionamento da mente,



a nova Biologia nos pede apenas que prestemos atenção

ao que sempre nos disseram os grandes profetas: 

PERDOAR O QUE NOS FAZEM.


Durante todo esse tempo, grilhões forjados por comportamentos disfuncionais

programados em histórias do passado – nos imobilizaram.

O perdão pode nos livrar desses grilhões e do peso da história.

Só então estaremos livres para criar um futuro positivo.”


Do Livro: Evolução Espontânea – Por Marco Túlio Rocha

perdo_1

Todos conhecemos histórias de pessoas que recuperaram, aparentemente de forma milagrosa, de uma doença, mas será que pode acontecer a mesma coisa ao nosso mundo?

Segundo o biólogo e pioneiro Bruce H. Lipton, não só é possível, como já está a ocorrer. 


Em Evolução Espontânea, este especialista, de renome mundial na ciência emergente da epigenética, revela como a mudança na nossa compreensão da biologia irá ajudar-nos a navegar por este período turbulento da história do nosso planeta e como cada um de nós pode participar nessa mudança global.

Em colaboração com o filósofo político Steve Bhaerman, o Dr. Lipton convida os leitores a analisarem:  os pilares “inquestionáveis” da biologia, incluindo a evolução aleatória, a sobrevivência do mais apto e o papel do ADN;  a relação entre a mente e a matéria; como as nossas crenças acerca da natureza e da natureza humana moldam a nossa política, cultura e vida individual;  e como cada um de nós pode tornar-se “células-tronco” planetárias de apoio à saúde e ao crescimento do nosso mundo.


Ao questionarmos as velhas crenças que nos trouxeram onde estamos hoje e que nos mantêm presos ao status quo, podemos desencadear a evolução espontânea da nossa espécie, que dará início a um futuro melhor.

Publicado por Daniela Paz Medina

perdao (1)

 


Oração para a prosperidade – [mensagem e vídeo]

Artigo Anterior

Estamos no comando das nossas atitudes!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.