Notícias

“Forço meu marido a trocar as fraldas do bebê porque não queria ter filhos”

A mãe, que tem fobia de cheiros pútridos, causou um grande debate após confessar que força o marido a trocar as fraldas da filha.



Segundo publicação do The Mirror, a mulher já tinha aceitado o fato de que não “era adequada” para ter filhos por ter um grave problema em lidar com cheiros pútridos.

“Eu sempre tive dificuldade em lidar com qualquer coisa que parecesse nojenta. Quando eu era criança, tinha um cachorro que defecava pela casa em ocasiões raras, e quando isso acontecia eu engasgava e quase vomitava ao limpar”, explicou a mulher que completou: “Qualquer coisa que exale cheiro forte ou pútrido faz meus olhos lacrimejarem e me deixa com ânsia de vômito.”

Há dois anos ela se casou com seu marido, que estava ciente de sua peculiaridade. Mas, com vontade de construir um família, o homem disse que assumiria a responsabilidade de lidar com “cocô, fraldas e coisas dessa natureza”, a convencendo a encarar a maternidade. Eles agora são pais de uma menininha.


“Deixe-me apenas dizer, eu amo minha filha. Ela traz tanta alegria para minha vida e ela me faz sorrir todos os dias. Eu troco todas as fraldas de xixi, consigo lidar com o cuspe e lavo toda a roupa e utensílios. A única coisa que não vou fazer é trocar as fraldas de cocô, conforme meu acordo com meu marido”, declarou a mãe.

Ela tem dificuldades ao trocar as fraldas da bebê

A situação do casal chegou a um momento complicado quando a filha do casal se envolveu em um episódio particularmente “nojento”.

“Eu a ouvi chorar no monitor do bebê e quando fui dar uma olhada, tinha subido nas costas e no cabelo. A coberta do colchão e o próprio colchão estavam sujos. Imediatamente comecei a ficar tonta e meus olhos começaram a arder, então corri para buscar meu marido. Depois que ele a limpou, trabalhei para acalmá-la e a coloquei para dormir de novo enquanto meu marido limpava seu berço”, contou a mãe.


No dia seguinte, a mulher relata que as coisas entre ela e o marido ficaram tensas após ele dizer que estava de mau humor por conta do incidente durante a madrugada.

“Ele começou a me acusar de não ajudar o suficiente, e disse que estava cansado de limpar o cocô. Eu o lembrei do nosso acordo e faço muitas outras coisas em relação a nossa filha. Nós dois ainda estamos de licença parental e não é como se ele precisasse acordar cedo para trabalhar”, desabafou.

Aparentemente, os usuários do Reddit concordaram com o pai da criança. “Você precisa superar seus problemas com as coisas nojentas. Você teve um filho e eles terão momentos nojentos por anos. Seu marido nem sempre estará por perto para fazer as coisas que você não quer”, disse um usuário.


Mãe de Paulo Gustavo nega convite para encerramento da CPI: “Só se eu fosse louca”

Artigo Anterior

Oscar Schmidt diz que continua fazendo tratamento contra câncer no cérebro: ‘Tô brigando pela minha vida aqui’

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.