Notícias

Fotógrafo de bebê “brava” ao nascer reencontra menina dois anos depois

Isa bravinha

Dois anos depois da foto que viralizou da pequena Isabela Pereira de Jesus ao nascer, na maternidade Domingos Lourenço, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, o fotógrafo Rodrigo Kunstmann, de 34 anos, autor do registro, reencontrou a menina no aniversário dela.

A foto da bebê com cara de brava viralizou na internet em 2020 e o fotógrafo e a família da menina chegaram a dar diversas entrevistas até mesmo para canais internacionais.

Em um dia ela teve mais de 100 mil compartilhamentos. E pessoas da imprensa lá de fora começaram a me ligar, pessoas falando inglês, eu não entendia. Foi uma loucura, uma entrevista atrás da outra — lembra o fotógrafo.

A mãe de Isabela, a moradora de Mesquita Daiane de Jesus Barbosa, de 31 anos, criou uma conta no Instagram para compartilhar as fotos da menina. “Isa bravinha” tem mais de 5 mil seguidores.

— Isabela nasceu um mês antes da pandemia. Na época, as pessoas falaram que ela já sabia o que estava por vir, por isso nasceu com cara de brava — diz Daiane.

Rodrigo tinha sido contratado para registrar o parto de Daiane. Dois anos depois, a família o convidou novamente para registrar o aniversário da menina. Daiane conheceu o trabalho dele por meio das redes sociais.

Era a comemoração do aniversário de dois anos dela, e me chamaram para gravar a festinha. Desde o parto a gente não se via, foi bem legal. A Isabela vive rindo. Sempre que a gente pede pra ela fazer a cara de brava, ela faz, mas ela vive rindo — conta o fotógrafo.

Ao contrário da fama, a mãe de Isabela diz que ela não é tão brava no dia a dia:

A Isabela não é brava, mas é muito desconfiada. Ela não é uma criança de sair abraçando ou beijando, ela fica observando primeiro. Eu sou mãe, sou suspeita para falar, mas ela é muito tranquila — afirma Daiane.

A foto de Isabela viralizou depois de ser compartilhada por uma seguidora da página de Rodrigo. Depois disso, a imagem foi reproduzida por diversas páginas como “meme”. A família da menina e o fotógrafo planejam lançar a foto que viralizou em um leilão de NFT.

0 %