Comportamento

“Fui chamada de ‘cruel e egoísta’.” Mulher que nunca quis ser mãe é alvo de críticas por sua decisão

Essa mulher encarou uma dura batalha contra o preconceito para realizar o sonho de fazer laqueadura. Saiba mais!



Holly Brockwell é uma britânica que, assim como muitas mulheres no mundo todo, nunca teve o desejo de ser mãe. Por conta disso, decidiu que gostaria de fazer uma laqueadura, para aproveitar sua vida com mais liberdade, sabendo que não teria possibilidades de engravidar.

No entanto, para tornar esse desejo uma realidade, precisou passar por uma batalha muito complicada. Desde os 26 anos, Holly batalhou para conseguir o procedimento, mas só conseguiu realizá-lo aos 30.

Segundo uma matéria do Daily Mail, mesmo sempre tendo declarado ter “muita certeza” de que não queria ter filhos, ela foi descredibilizada por muitas pessoas. Segundo ela, muitos médicos se recusaram a operá-la por conta de sua idade, até mesmo sugeriram que o seu namorado fizesse uma vasectomia para prevenir a gravidez.


Holly afirmou que já usou métodos contraceptivos hormonais, mas que eles lhe causavam muitos efeitos ruins, como tonturas, vômitos, problemas de pele, dor e muito sangramento, o que ela também não queria para sua vida.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@hollybrocks.

Por isso, sempre insistiu em sua cirurgia. Além disso, comentou que apenas de pensar na maternidade se sentia muito estressada tanto emocional quanto psicologicamente.

O desejo da mulher foi desrespeitado várias vezes, até que ela conseguiu realizar o tão sonhado ligamento das trompas. No entanto, tanto antes quanto depois da cirurgia, Holly também teve de lidar com o julgamento e o preconceito.


Em entrevista ao Metro, antes do procedimento, ela disse que seu desejo foi desrespeitado muitas vezes e afirmou ter sido chamada de “cruel, egoísta, ignorante e estúpida”, e que ouviu que precisava de “ajuda psiquiátrica”. Também lhe disseram que ninguém iria querer se relacionar com ela.

Depois de a operação ser confirmada, ela voltou a receber ofensas de pessoas chamando-a de “ridícula”, “estranha”, além de outros comentando que ela poderá mudar de opinião conforme envelhecer.

Direitos : reprodução Instagram/@hollybrocks.

Apesar de sempre se mostrar convicta de sua decisão, Holly disse em uma matéria ao Telegraph que essa não foi uma decisão fácil de ser tomada e que tomou essa decisão depois de pesquisar, considerar e ponderar muito sobre o tema.


Esse é um assunto que sempre gera bastante discussão, como já provamos através de outras histórias de jovens que optaram pela laqueadura. No entanto, é importante salientar que, ainda que as suas decisões não sejam aprovadas por unanimidade, todos nós somos merecedores de respeito.

Ameaçada de extinção, filhote de onça-pintada preta nasce em santuário da Inglaterra!

Artigo Anterior

Homem abandona luxo e carreira em Hollywood para ajudar a salvar milhares de crianças no Camboja

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.