Futuro dentista se declara para o pai com síndrome de down, a quem agradece pela criação

4min. de leitura

Sader Issa é um universitário da Síria que está quase se formando em Odontologia e resolveu fazer um grande agradecimento ao seu pai, que tem síndrome de Down e sempre foi um grande exemplo para ele.



Para a maioria de nós, os pais são pessoas essenciais, aqueles que sempre estiveram conosco, ensinaram-nos as lições mais preciosas, dedicaram tudo de si para que pudéssemos ter uma vida feliz e confortável, e mesmo depois de sermos adultos, continuam prontos para cuidar de nós e nos proteger sempre que precisarmos.

Honrar essas pessoas e ser gratos a elas nos tornam pessoas mais felizes e bem-sucedidas, e um recente exemplo de gratidão de filho ao pai está emocionando o mundo todo.

Sader Issa é um universitário da Síria que está quase se formando em Odontologia e resolveu fazer um grande agradecimento ao seu pai, que tem síndrome de Down e sempre foi um grande exemplo para ele.


Em entrevista ao jornal Metro, ele contou que a sua infância foi muito feliz e que o pai, Jad, sempre cuidou muito bem dele e o encorajou a seguir os seus sonhos, inclusive cursar a faculdade de Odontologia.

As dificuldades de aprendizado não impediram Jad de ser um grande pai para Sader, e o homem é muito admirado por sua comunidade. “Estou orgulhoso do meu pai, ao longo da minha vida, ele foi o maior apoio para mim quando eu precisei (…). É possível ver quando seus olhos estão cheios de alegria e satisfação, como se ele quisesse expressar: ‘Sim, eu tenho síndrome de Down, mas eu criei esse homem e fiz tudo o que estava ao meu alcance para torná-lo médico e ajudar os outros’”, disse Sader.


O fato de Jad poder ter um filho por si só já é uma grande conquista, visto que muitas pessoas nessa condição não são capazes de fazê-lo. O que se pode entender é que ele faz o seu melhor todos os dias para honrar o grande presente que recebeu da vida.

Como a mãe de Sader não está na mesma condição do esposo, muitas pessoas se perguntam por que ela se casou com ele, e o jovem responde:

Uma das preocupações das pessoas é: ‘como uma mulher que não tem síndrome de Down pode se casar com um homem com SD?’ Eles são intelectualmente adequados um para o outro – pessoas muito simples, mas amorosas e carinhosas. Acredito que se os dois parceiros estavam na mesma página, por que não se casar?, diz.

Sader mantém uma relação muito positiva com seus pais, em que o respeito, o amor e a gratidão são os principais pilares, por isso ele está crescendo cada vez mais na vida.

Reconhecer tudo aquilo que nossos pais nos oferecem, tudo o que sacrificam para nos proporcionar algo bom e todo o amor que nos dedicaram a vida inteira é a chave para uma vida feliz, e desejamos muitas felicidades a essa família tão especial, que é um grande exemplo para nós.

Compartilhe essa história em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: reprodução Facebook/Sader Issa.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.