Notícias

Para salvar a mãe, garoto de 14 anos mata pai em condomínio de luxo de SP

352343
Comente!

O caso aconteceu em Valinhos (SP). Entenda!

O instinto de proteção que as mães têm em direção aos seus filhos é algo incrível e muito intenso, que só as mulheres que possuem uma relação com a maternidade são capazes de entender.

No entanto, muitas vezes os filhos também podem incorporar esse sentimento, e tomar medidas desesperadas para ajudar as suas mães quando percebem que elas estão correndo risco de vida.

Recentemente, um caso muito traumático aconteceu no município de Valinhos, a 90km de São Paulo, e chocou a muitas pessoas. Conforme contado em uma matéria da UOL, um adolescente de 14 anos matou o pai a tiros para defender a sua mãe, que estava sendo vítima de agressão por parte deles. A notícia foi confirmada pela Polícia Civil.

O próprio adolescente ligou para a Polícia por volta das 14 horas do último dia 3 de agosto. O chamado era para atender uma ocorrência de violência doméstica em um condomínio de luxo, no bairro Joapiranga.

Quando chegaram à residência, os policiais encontraram o homem, que era empresário do ramo de som automotivo, caído na garagem do imóvel.

Eles chegaram a chamar o Corpo de Bombeiros, mas o homem morreu antes da chegada do socorro.

Ao contar aos policiais o que havia acontecido, o adolescente explicou que atirou no pai porque ele estava agredindo a sua mãe, e fez isso como uma maneira de defendê-la. Ele ainda explicou que aquele tipo de acontecimento era bastante frequente.

Além do filho mais velho, também mora na casa o outro filho do casal, com idade de 3 anos.

O jovem usou uma arma do próprio pai, e no local a polícia encontrou oito armas, entre elas um fuzil e uma submetralhadora, além de diversas munições.

A delegacia de Valinhos está registando a ocorrência, e mãe e filhos estão sendo ouvidos pela Polícia Civil.

Se você presenciar um episódio de violência contra a mulher ou for vítima de um deles, denuncie o quanto antes através do número 180, que está disponível todos os dias, em qualquer horário, seja através de ligação ou dos aplicativos WhatsApp e Telegram.

Comente!

Após morte do filho, cantora Walkyria faz alerta: ‘Vigiem. A internet está doente’

Artigo Anterior

Grávida de gêmeos, Camila Monteiro sofre ataques gordofóbicos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.